17 de ago de 2011

Anorexia sexual

Hoje vou abordar um assunto muito importante que vai chamar a atenção dos leitores que, mesmo sendo felizes no seu casamento (ou em qualquer outro tipo de relacionamento a dois), já passaram pela fase de se desinteressar pelo sexo.



Imagina que loucura você se dar conta de que não tem mais vontade de fazer sexo com quem você ama. Você sabe que ama seu companheiro, sabe que o amor ainda existe e que perderia o chão se algo abalasse a sua união, massss... sexo que é bom, nada. E como é difícil assumir que o apetite sexual diminuiu ou acabou, um dos dois coloca a culpa na correria do dia-a-dia.

Você começa a ir para a cama mais cedo para dormir antes do seu marido (ou fingir que dormiu) ou se deitar mais tarde para que uma possível transa não aconteça, sempre dando alguma desculpa. Tudo muito sutil. Sempre rola uma desculpa, uma dorzinha de cabeça.... até que o sexo não rola mais e você também não sente falta nem vontade.

E aí? O que fazer? O que pensar quando você se dá conta de que simplesmente não sente vontade de transar com o seu marido ou sua esposa, sendo que vocês se amam muito?! Loucura.

Fiquem atentos porque estes podem ser alguns dos possíveis sintomas da anorexia sexual. Isso mesmo, anorexia. Eu também não conhecia esse termo, mas assistindo ao Discovery H&H eu e o meu marido passamos a conhecer a existência desta doença através do relato de um casal americano que passou por este problema. Depois de conversarem sobre o assunto em casa, o casal entrevistado decidiu procurar ajuda profissional e o marido foi diagnosticado com anorexia sexual.

Anorexia = Perda de apetite
Anorexia sexual = Perda do desejo sexual pela pessoa do sexo oposto ou pelo mesmo sexo.

Eu e o meu marido costumamos nos interessar por essas novas descobertas da psicologia. Não temos a prepotência de achar que 'comigo isso nunca vai acontecer'. Isso e muitas outras doenças podem bater à porta de qualquer um. Então, quanto mais informação, melhor.

O que me assusta é que muita gente deve sentir esta falta de apetite sexual e sequer sabe que essa doença existe. Repito: ninguém quer admitir que não tem vontade de transar, então quando o desejo some, culpados surgem: idade avançada, rotina no casamento, falta de tempo, etc.

A pessoa que sofre desse tipo de anorexia não sofre tanto porque não sabe que se trata de uma doença e continua pensando que é uma fase ou que é normal perder o desejo, no entanto, quem acaba sofrendo mesmo é o seu parceiro que começa a sentir diferença na vida sexual do casal, falta de atenção e carinho e, por mais que se esforce, o parceiro não consegue estimular o outro e o sexo nunca acontece. Isso pode ser entendido como falta de amor, o que não é.

Tudo isso é sério e muito triste. No caso de pessoas menos esclarecidas, que não procuram ajuda psicológica, correm o risco de verem seu casamento desmoronar.

Depressão, stress e, inclusive traumas de infância, podem desencadear anorexia sexual. Quem sofre com esses sintomas deve procurar um ginecologista ou urologista e um psicólogo para resolver o problema.

31 comentários:

Ju Silva disse...

Putz Flávia, eu nunca imaginei que realmente houvesse uma doença relacionada a essa falta de desejo, vivendo e aprendendo...

Beijinhos

Margot Félix disse...

Deve ser complicado lidar com algo tão delicado, pois nem todo casal tem abertura para consultar um médico e falar de sua intimidade. Mas como você falou, informação sempre ajuda.
Penso que acontecendo algo assim, é preciso que haja muita paciência e sensibilidade da parte de quem não está sofrendo (diretamente) com a doença.

Obrigada pela informação, Flávia. Um post de utilidade pública. =)

Beijos!

Mila Lopes disse...

Olá Flávia!
Um belo post, como sempre, muito informativo e interessante...
bjss linda =)

Cae Fernandes disse...

Oi Flávia! Sei que o problema existe, mas não sabia que tinha esse nome! Mas é verdade, temos a tendência a arrumar desculpas e não enfrentar os problemas de frente (principalmente os homens), mas tendo informação tudo fica mais fácil! Ótimo post!
Boa noite querida.
Bjo,bjo.

Gisley Scott disse...

O tema é bastante interessante mesmo, ainda não tinha ouvido falar nele. Mas dá pra ver o pq a pessoa tb perde o tesão, com depressão, stress e traumas de infância fica difícil da intimidade fluir.

Li tb em outro livro que o segredo para uma boa intimidade é a comunicação.Tudo começa com ela. Qto mais aberta, honesta e construtiva, mais fogo na cama.

Outra tb que mostra a falta de apetite sexual é qdo a pessoa não se exercita, pq segundo a ciência, ela não está mantendo a circulação sangüínea ativa "lá". Tudo isso influencia tb.

Muito bom o tema.
Bjos

Dribook disse...

Oi Flá!! Que ótima informação compartilhaste hein?
É muito difícil mesmo admitirmos essa
perda de apetite...tudo vira desculpa...e o parceiro(a) acaba acostumando e muitas vezes chega a "pular a cerca" mesmo! Nada como uma conversa com especialista!!
Porque pra mim sexo é a parte "colorida" do relacionamento, é literalmente o momento da troca!!
Grande beijo!!!

Keliane disse...

Oi Fla´via,
Que informação bacana, eu nunca imaginei que existisse essa doença, muito saber.
bjusss

Jopz_B1B disse...

Legal, um post sério, interessante e bem escrito que me fez lembrar de um tema importante... ANOREXIA... que eu comentei em um post nada sério e pouco interessante nesse link (mas acho que vale algumas risadas e isso também costuma ser um santo remédio contra muitos males)

http://b1brasil.blogspot.com/2011/03/eu-venci-anorexia.html

Jopz

Greyce disse...

Oi, Flavia! Muito bom esse post. Acho que muita gente não comenta sobre o assunto nem com o seu proprio médico! beijinhos

Valéria disse...

Oi Flávia!
Um post excelente!
Não conhecia a terminologia, nem sabia muito menos que tratava-se de doença este esfriamento na relação. Certamente necessita de um acompanhamento profissional ou corre-se o risco de ver o fim de um casamento por simples falta de informação.

Beijão!

.:*Aline*:. disse...

Oi Flávia!
Até me assustei pq super me vi nesse post. Amo demais meu marido, mas às vezes não sinto vontade nenhuma de sexo. É complicado, pq ele fica achando q naum o amo mais, que posso ter conhecido outra pessoa ou algo do tipo..
Para mim, esse post foi de suma importância. O caso agora é ficar alerta e procurar ajuda. Vou pesquisar mais sobre o assunto.
Bjinhos

Debys Padovan disse...

Vivendo e aprendendo, e lógico lendo este blog maravilhoso, obrigada por nos informar, é um assunto super delicado, bjos e se cuida!!!
Debys!!

Patrícia Taconi disse...

Oi Flávia!

É legal falar disso, porque vejo que é muito comum acontecer. Durante o namoro é um fogo só...depois do casamento, pelo menos aqui em casa o ritmo caiu consideravelmente. Inclusive é uma coisa que ultimamente ando me preocupando...o post ajudou, obrigada!
Um beijo!

Mi Satake disse...

Shooow de post, Fla!

Um assunto delicadíssimo e super importante pra nós todos e q vc falou sobre com a destreza e delicadeza que aborda tudo.
Eu n]ao conhecia esse termo e confesso q me interesse i por ler mais, sobre!

Adorei!

Bjo grande
Mi

otilia cristina disse...

ACHO QUE TODAS NÓS DE ALGUMA FORMA PASSAMOS POR DIAS,FASES DESSAS DE NÃO QUERER SEXO...UM DIA POR PROBLEMAS NO TRABALHO,COM FILHOS,FINACEIROS...SABE É COMUM NÓS MULHERES DAR DESCULPAS E LEVAR O PROBLEMAS ADIANTE SEM AJUDA..E QUANDO VOCE TEM UM COMPNAHEIRO QUE ADMITE AINDA VAI MAS A MAIORIA DELES ACHA FRESCURA OU ENTÃO QUE TEM RICARDÃO NA ARÉA ...DIFICIL MAS FOI MUIBO BOM VOCE FALAR EU NUNCA TINHA OUVIDO SOBRE ISSO??FLAVINHA?? QUE BOM SABER ...VOU LA NO LINK SABER MAIS...BEIJOS QUERIDA

FIQUE BEM

BJS NOS PEQUENINOS CELESTE E ROBINHO


OTILIA

Paula Li disse...

Oi Flavinha, que assunto interessante e pouco divulgado. Não conhecia este termo e vou tentar me aprofundar mais no assunto, fiquei muito interessada.
O casal pode ter muita sintonia, mas se um dos dois deixa de se interessar por sexo é quase certo que a relação naufrague.
Já senti isto de perto e depois de ver o relacionamento perto do fim, conseguimos resolver com muita conversa.
Já senti vontade de escrever um post sobre isto, mas acabei perdendo a coragem.
Mesmo que o problema não seja de ordem de saúde, acredito que os parceiros precisam ser francos e chegarem a um "consenso" sobre a rotina sexual, pois muitas vezes, esta bom para um, mas não esta para o outro, o que é muito para um, pode ser pouco para o outro e aí os problemas começam.
Acabei falando demais, quer dizer escrevendo rs
Um grande beijo,
te adoro.

Gi disse...

Oi amada. Td bem?
Obrigada pela sua visita, desculpa não ter retribuído antes.
Adorei o tema abordado.
Beijos :-)

Thaís Alves disse...

Flavinha, achei o post muito interessante, até mostrei para o meu marido também. Nunca havia escutado falar disso, mas com certeza de que já ouvi muitas amigas/amigos reclamarem de algo parecido, e agora sinto-me muito mais apta a ajudar a eles e também a mim mesma caso um dia eu precise.

Um beijo, querida!

Sra. Rapadura disse...

Esse assunto é bastante delicado, porém, necessário. Inclusive se ñ existe diálogo entre o casal, pois pode desencandear desconfianças, falta de amor ou gerar crise conjugal. Vc como sempre com belos posts!

Sandrinha disse...

Olá Flavinha!
Saudades de vc!
Estou sumidinha!
Me dedicando ao meu curso e com pouco tempo!
Mas apareço sempre q posso, p/ visitar as amigas.E ainda venho e me deparo com essa postagem importantíssima, creio q p/ mtos casais, q nem sequer tem idéia desse problema, e aqui vc pode trazer ao esclarecimento de forma tão bonita.Vc como sempre, trazendo temas de grande valia p/ mta gente.
Continue assim, pesquisando e trazendo um aprendizado p/ todos.

Um lindo e abençoado final de semana p/ vc!!

Mil beijinhos!!

Val Bernardo disse...

Nossa q tenso,não quero passar por isso não,ai q triste,bj

Milena F. disse...

Realmente é um tema muito importante. Ontem mesmo eu estava lendo na Elle francesa dessa semana que nas férias os casais se desestressavam e tinham uma vida sexual mais agitada, mas que com o fim das férias, tudo voltava ao quotidiano, que queria dizer que ficava difícil pensar em um momento mais intimo quando já é 1h da manhã (enfim vc conseguiu colocar a casa em ordem a roupa para secar, terminou aquele projeto, etc), e no dia seguinte vc sabe que o despertador vai sonar às 6h e o dia vai ser cheio! E a conclusão é aquela que todo mundo sabe: quanto menos se faz sexo, menos se tem vontade... quando mais se faz, mais vontade rola!!! E aí vinham aquelas dicas de tirar ao menos um da da semana para não fazer tanta coisa quando o casal pode estar junto, e ter um momento bem leve e descontraido, deixando a limpeza da casa de lado ou a roupa suja, e se concentrando mais no relacionamento!

Monique & Rich disse...

Flávia, adorei você ter compartilhado com agente essas informações. Essas doenças podem bater na porta de qualquer um, então e bom saber que existe um tratamento e ninguém precisa ficar sofrendo desnecessariamente por isso.
Beijinhos

Paty Chuchu disse...

Oi Flavia,tudo bem?
Excelente esse seu post,nao sabia que isso existia..Realmente achava que a falta de interesse ao sexo seria a causa de muito stresse!

Bom,nao sei se vc gosta desse tipo de coisa mas meu blog ta fazendo um aninho e eu to realizando um sorteio aparece la pra participar..Ficarei contente ..To com saudades dos seus comentarios!!beijocas

otilia cristina disse...

FLAVINHA TEM DOIS SELOS NA NO MEU BLOG PRA VOCES MINHAS AMIGA..VC PODE IR LA PEGAR;QUERIA QUE ESCOLHESSE UM OU OD DOIS ...
BEIJOS

OTILIA

Rejane Alves disse...

Nossa Flávia que interessante esse assunto.

Sempre soube que isso poderia acontecer em um casamento, até confesso que tenho medo se um dia vier a me casar novamente., mas mesmo assim não sabia que era esse o nome e nem que exista ajuda pra isso.

Boa Semana
Beijos

Nai disse...

Assunto super interessante e difícil de diagnosticar como doença, porque a baixa de libido às vezes acontece, por motivos de doença, ou mudança extrema na rotina.
Bacana o post.
Beijinhos
Nai Melo

Vanessa Sagossi disse...

Oi, Flavia.
Esse assunto é realmente delicado e requer a reflexão das mulheres.

Beijos,
Vanessa Sagossi
comentandoofilme.blogspot.com

otilia cristina disse...

QUERIDA

O TEXTO É ANTIGO MESMO
OCE LEU NO COMEÇO??

O AUTOR E DESCONHECIDO MAS ELE ESTA EM MUITOS BLOGS MESMO E TAMBEM NO MAIS VOCE DA ANA MARIA BRAGA COMO CITEI LA NO COMEÇO ONDEEU ESCREVI
MAS MESMO ASSIM DE NADA QUERIDA
TAMBEM ADOREI ELE POR ISSO COPIEI E COLEI SRSRS

BEIJOS QUERIDA

OTILIA

Suh_Storolli disse...

Flahhh, muito obrigada pelas palavras, querida!!!!! ADOREI... Vc tem facebook?

Elis, Gi, Matheus e Lala disse...

ÓTIMA INFORMAÇÃO. ISSO AONTECE DEMAIS...