15 de mar de 2011

Terremoto no Japão e eu

Quando sentimos na pele algo que só vemos nos filmes e na tv, a primeira reação é não acreditar naquilo.
Como o terremoto na cidade onde moro (Toyohashi, mais ao sul) foi leve, não tive noção do que o Japão passava naquela tarde do dia 11 de Março. Voltamos todos a trabalhar normalmente e só quando cheguei em casa pude ver a tragédia que aconteceu no nordeste do país.

tsunami invadindo aeroporto de Sendai


Durante todos esses 9 anos morando no Japão, pude acompanhar inúmeras reportagens de tragédias naturais ocorridas no Brasil e uma das que mais me chocou foi o recente desabamento que matou milhares de pessoas no Rio de Janeiro. Mas, por mais que a notícia fosse ruim, não senti tanto quanto agora. Quando estamos muito próximos do desastre, tudo toma uma proporção gigantesca.

Amo o Japão, para mim é como se fosse meu pai adotivo que me acolheu de braços abertos, que nunca me deixou faltar nada e que me ensinou lições que levarei comigo pela minha vida inteira como: cidadania, respeito ao próximo, educação, altruísmo, humildade e discrição.

Sem demagogia, posso dizer que o meu coração está partido. Me sinto um nada diante de tanta destruição. Estou fazendo minhas doações enviando cobertores, objetos de uso pessoal e agasalhos para a cruz vermelha, mas nada que eu envie àquelas pessoas poderá me confortar a angústia. Por mais que eu envie tudo que eu puder, ainda continuarei achando que estou fazendo pouco.

Amo, admiro e respeito profundamente este povo que é sinônimo de luta e reconstrução. Jamais permitirei que subestimem uma nação que se refez diante de tantos ataques, entre eles o lançamento da bomba atômica em Hiroshima e o terremoto que acabou com a cidade de Kobe em 1995.

Cidade de Hiroshima (agosto de 1945)

Terremoto na cidade de Kobe - 1995
Estamos todos tão chocados que tudo que pensamos em fazer se torna ridículo: comer uma sobremesa, ir ao shopping, esbanjar no supermercado, pensar em comprar roupa ou um simples tênis.
Não há clima para se pensar em mais nada a não ser ajudar as vítimas que encontram-se abrigadas nas casas de parentes, amigos ou nos abrigos organizados dentro das escolas, hotéis e quadras esportivas. Inclusive, vi hoje no site da Globo.com a história de uma mulher que deu a luz num desses abrigos, veja aqui.




Espero que esta criança que acabou de nascer seja mais um anjo na terra como este soldado:



O que me entristece mais ainda é acessar a internet e saber que diante de tanta desgraça, ainda existem monstros (para mim não são humanos) que já começaram a aplicar seus golpes sobre as famílias no Brasil que têm parentes no Japão. Segundo o blog Lost in Japan bandidinhos de meia tigela já estão telefonando para o Brasil se passando por representantes da embaixada ou médicos pedindo depósitos em dinheiro para darem continuidade ao tratamento do seu parente no Japão (eles ligam do Brasil dizendo que estão no Japão e até blefam um sotaque japonês). Essas pessoas que praticam o mal não tem idéia do quanto terão que acertar as contas com seu próprio destino futuramente. Lamento.

Estou com a televisão ligada agora e notei que a Globo Internacional IPC está emitindo informativos do governo pedindo para que a população não se desespere e pare de consumir alimentos, combustíveis e água para estocar em casa. Isso faz com que tudo acabe mais rapidamente e torne a situação mais crítica. O Japão tem estoque desses 3 itens para até 6 meses.

Meu marido foi a serviço para Sendai, a região mais afetada pelo tsunami, para trabalhar como produtor e intérprete para uma emissora de tv brasileira, o SBT - (assista às reportagens feitas pelo repórter Fábio Diamante aqui, aqui, aqui e aqui) - e, conversando com ele ao telefone (só dá para fazer ligações do hotel onde eles se hospedaram) ele me dizia que era surreal ver tudo aquilo, que parecia coisa de filme e muitas vezes ele não acreditava estar vendo aquelas cenas. Me disse também que, se não soubesse que o Japão já se reergueu de outras tragédias, talvez não acreditaria que um dia aquela região voltaria a ser outra vez uma cidade ou um lugar para se viver. Tudo ali é indescritível.

Ele está sem tomar banho desde que chegou em Sendai com a equipe da tv, ou seja, desde segunda-feira de manhã, disse que não tem água, telefone, internet nem combustível. A equipe tentou alugar um veículo, mas não conseguiram, pois não havia como abastecê-lo em lugar algum. Dependem de táxi.

Quando os alimentos, bebidas e mantimentos chegam nas lojas de conveniência, os funcionários entregam um pouco de cada coisa por pessoa para que todos possam receber. Tudo muito organizado.
Inclusive vi uma reportagem também no site da Globo.com com uma foto mostrando o quanto os japoneses são organizados nesses momentos de caos:

Japoneses organizados pacientemente em fila num supermercado para receber alimentos
(Foto: Jo Yong-Hak/Reuters)
Esse senso de organização e espírito de equipe são adquiridos desde pequenos nas escolas. Por ser um povo muito sofrido, passam por inúmeros treinamentos para saberem como reagir durante o tremor e depois dele.

Bom, acho que hoje consegui compartilhar com vocês uma parte das minhas angústias diante de tanta destruição. É meio óbvio o motivo pelo qual não estou visitando os blogs de vocês que tanto adoro. Claro que estou com saudades da minha rotina de blogar temas sobre o amor, amizade e outros assuntos, mas confesso que não estou no clima. Me desculpem pela minha ausência e por não dar conta de responder a todos os comentários carinhosos que vocês estão deixando. Mas, saibam que todo esse afeto, mesmo a distância, me faz um bem danado. Saber o que vocês pensam e o que estão sentindo me faz imaginar que não estou sozinha neste apartamento semi vazio e super silencioso. Obrigada por toda atenção e preocupação que continuam demonstrando por aqui.

Rezemos fortemente para que essas pessoas encontrem paz nos seus corações.



Mal terminei de postar aqui e tudo acabou de tremer!!!!!!
Meu coração tá acelerado, desliguei o aquecedor e corri para debaixo da mesa!!!!
Estou com medo, escala 5 na tv!
Vou parando por aqui beijosss


Quem mais falou sobre este assunto:

69 comentários:

Rejane Alves disse...

E é por não ter a dimensão das coisas, é que não me arrisco a dizer nada, só o que tenho a fazer é orar por todos.
Por favor mantenha contato.
Meu beijo e abraço.

Lilian Amorim disse...

A gente que está aqui longe já sofre só de ver as imagens...tudo muito triste.
Estou aqui orando por vcs.
Grande beijo.

Gigi disse...

Oi Flavinha ,pela primeira vez estou ,com medo ,que Deus nos proteja .bjs

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

Menina que medo!!!!!
To aqui em casa sozinha e ja deixei a porta aberta e os documentos à vista!!!!!!

.:*Aline*:. disse...

Dá medo só de imaginar.
Flavinha, estou orando por vcs.
Acho que o Japão tem um povo incrível e vai conseguir se reerguer novamente.
Fique bem!
Bjinhos

Viviane Alves disse...

Oi Flávia, nós aqui no Brasil estamos muito preocupados!
As enchentes que acontecem por aqui nao se comparam mesmo ao que está ocorrendo aí.
Se vc me permitir, gostaria de publicar no meu Blog o que vc postou hj... As informações que vc passou são muito importantes!
bjs

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

Claro Viviane!!!! Bjs

Gisley Scott disse...

E o que dizer diante desses desastre? Nada. Não há o que dizer, há apenas o que fazer.E trazer mais a conscientização sobre o que precisamos e sobre o que de fato queremos. Gostei como mencionaste que pensar em querer certas coisas agora parece supérfluo diante da dor, da perda e da situação em que o país se encontra. Oremos pelo Japão.

Mamãe pela 2ª vez disse...

Oi Flávia!
É triste ver as reportagens sobre o Japão aqui só se fala na tal usina, e ficamos apavorados.
Vcs estão pŕoximo a ela, o que é passado pra vcs sobre isto, se puder fazer um post sobre o assunto, ficaremos agradecidos.
Estamos orando por todos ai.
bjus

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

Sim Gisley, tudo por aqui está girando em torno deste desastre.
Falta tudo por lá.
Inclusive não tem mais passagens aéreas para o Brasil.

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

Existe realmente esta possibilidade, mas remota.
Moro numa região distante de Fukushima, onde está a usina, mas já ouço notícias de que os ventos trouxeram uma pequena radioatividade até Tokyo (ainda inofensiva) que se situa a umas 3 horas daqui de carro.
Estamos com medo claro, mas ainda está tudo tranquilo por aqui na medida do possivel.

disse...

Flávia, fui à missa no domingo aqui em SP e o padre fez uma oração pelas vítimas do terremoto aí no Japão, eu lembrei muito de você, e fico feliz em saber que está bem, mas triste pelas pessoas que moram nas regiões atingidas. E o pior de tudo são esses bandidos oportunistas que querem tirar proveito até nessas situações, pedindo para fazer depósitos, que horror! O povo brasileiro precisa aprender muuuito com os japoneses, que eu adoro, são para mim o povo mais organizado e trabalhador do mundo. Beijocas.

otilia cristina disse...

AI QUE PENA ....DE TODOS VOCES QUE ESTÃO PASSANDO POR TUDO ISSO!! SINTO MUITO MESMO DE VERDADE.....QUERIDA FIQUE FORTE..ADMIRO ESSA NAÇÃO TAMBEM QUE JA SOFREU COM TANTOS GOLPES DO DESTINO MAS TAMBEM SEI DA FORÇA E DA GARRA QUE TODOS TEM...FLAVIA SE CUIDA MINHA FILHA...SE CUIDA MESMO....VA PROCURAR ABRIGO NÃO FIQUE SOZINHA...E FIQUE COM DEUS ESTAREI AQUI ..PEDINDO A DEUS QUE PROTEJA TODOS VOCES...E VOCE FAÇA O MESMO ELE ESTA EM TODO LUGAR E SO DEUS PODE NOS AJUDAR NESSAS HORAS...

BEIJOS
OTILIA

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

Oi Fá, obrigada pelo carinho querida. Verdade, o povo japones nos dá uma lição de força e determinação.
Bjs

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

Querida Otilia, obrigada pelas palavras de conforto. Adoro vc

otilia cristina disse...

IMAGINA QUERIDA...SE A GENTE PUDESSE AJUDAR CERTEZA ESTARIAMOS AI AJUDANDO..MAS ESTAMOS TÃO LONGE...MAS LONGE É UM LUGAR QUE NÃO EXISTE SE TRATANDO DE AMOR E ORAÇÃO..ISSO PODEMOS FAZER....E JA ESTAMOS FAZENDO..BEIJOS QUERIDA FIQUE BEM

E DE NOTICIAS POR FAVOR..
OTILIA

greis disse...

Olá Flávia,
Gostaria de participar do Brazucas no Japão? http://brazucasnomundo.com.br/japao/
Já tem mais de 10 blogs de brasileiros vivendo no japão cadastrados lá. Com essa tragédia, tem muito gente no Brasil atrás de informação sobre o que está acontecendo por aí e os blogs são a verdadeira voz do povo.
Espero que tudo dê certo com vocês aí, e pode ter certeza que o Japão irá se reerguer ainda mais forte do que antes.

Tati disse...

OI Flávia, a diferença maior que vejo entre o desastre no Rio e o do Japão é a forma como a população enfrenta as situações. O Japão tende a se reerguer antes, e se duvidar ficar melhor que antes. O povo aprende com o que viveu, se une. Aqui o individualismo impera, é cada um por si. Claro que há a mobilização, a doação de coisas. Muita gente doa coisas velhas, imprestáveis, tipo brinquedo quebrado, calcinha suja... Juro! Ridículo! Nos falta este espírito de equipe, de união. A gente ainda tem muito que aprender. Que as coisas se acalmem por aí. Fique bem! Um beijo.

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

Oi Greis, obrigada pelo convite. Sim, pode incluir meu blog no Brazucas ta? Abraços!!!

Tati querida, vc tem razão sobre a diferença entre brasileiros e japoneses. Um não é melhor que o outro, apenas são diferentes e esta diferença é o "x" da questão.
Beijos querida

Evelyn V. disse...

Querida Flávia.

Estou orando por voce, Que Deus proteja sua vida do seu marido , e de todos ai.
Espero que os tremores parem, pois a televisão aqui no Brasil, da noticia a toda hora de um novo tremor.
Que Deus na sua infinita misericordia, proteja todos e faça cessar todo este mal.

Fique com a proteção de Deus.

Beijos.


http://www.acredite-emvoce.com/

Rejane disse...

Querida Flávia,
Que depoimento emocionante. Acho que só sabe a dimensão quem ver de perto, pois é um acontecimento tão gigante que não dá pra dimensionar. Nós, aqui da blogosfera, temos uma amiga querida, a Minnie, do Blooming Umbrella, que ainda não deu notícias. Eu não sei em qual região ela mora, mas estou preocupada e rezando muito para que tudo esteja bem com ela e sua família. Ela teve bebê recentemente e eu fico muuuito preocupada. Bom, sinto vergonha dessas pessoas de espírito tão pequeno que estão querendo levar vantagem diante de uma situação tão triste... É lamentável. Deixo aqui meus sinceros sentimentos. Rezo para que tudo isso se estabilize.

Bjsssss

Carla Guanais Branchini disse...

nada que tentamos dizer conforta... é uma coisa indescritível e só torço e oro para que não haja tanto sofrimento, e que tudo fique bem no final.

beijo Flávia, fiquem com Deus.

Denise disse...

Flávia, que coisa mais bonita tua admiração por essa nação e seu povo guerreiro - e vitorioso! Fui lendo e ficando arrepiada, contagiada por tuas emoções.

Em meio a tantas notícias e boataria, tenho visitado fontes confiáveis, como vc e Alê, enviando os links de seus blogs para amigos e familiares (tenho uma prima que mora em Tóquio).

Obrigada por compartilhar notícias e sentimentos tão nobres, em um momento tão difícil.
Meu bjo e admiração.

Carla disse...

Triste é saber que há quem se aproveite da tragédia de outros.
Um enorme beiji Flávia, muita força!

Nutri Bobagens disse...

Nesse momento está passando na jornal da Globo sobre os tremores que seguem.
Espero que tudo se ajeite por ai, viver nessa angustia não dá.
Aqui no Rio o desastre da região serrana deixou todo mundo alarmado, entendi muito bem o que vc quis dizer.

bjoS2

andreia inoue disse...

ola flavia,ja passei por um terremoto poderoso,e sei como vc se sentiu agora a pouco, o desespero de nao saber se eh melhor correr para fora de casa,ou ficar em baixo da mesa...
todos nos estamos muito triste com essa tragedia,e eh como vc falou,as vezes tudo perde o sentido e nos da aquela sensacao de futilidade,vem aquele remorso por lembrar de tantos que estao sofrendo...
em todo o caso,estou,assim como milhoes de pessoas no mundo,orando por todos vcs que estao passando por essa provacao e angustia toda,
beijao.

Paula Li disse...

Oi Flavinha, acho que só ontem quando vi umas cenas do tsunami, acho que dá cidade de Sendai, tomei consciência da gravidade da situação.
Todos aqueles carros e barcos parencendo brinquedos sendo levados pelas ondas pareciam efeitos de cinema.
Deve ser muito assustador sentir tudo tremer a sua volta, mas se tem um povo capaz de se recuperar de catástrofes com nenhum outro é o japonês.
P.S: já estou bem, conseguimos nos acertar.
Bjs

Silvia disse...

Oi Flavia,

Como já disse antes, conte com minhas orações, sempre lembro de vcs, e nem imagino a dor e aflição que vcs e suas famílias aqui no Brasil estão passando!

Admiro e acredito muito na força do povo japones, que aprendeu com tanto sofrimento a se organizar e reerguer tantas vezes!

bjoo linda e fiquem com Deus!

Patrícia Quel disse...

Flavia
Que Deus proteja todos vcs ai no japão e conforte as familias que tiveram perdas...
Bjs!!!!

Fabi a loba!!! disse...

Amiga, estou eu aqui lendo seu post com o coração mais do que apertado. Que tragédia, quanta tristeza.
Nós aqui do outro lado do mundo, não temos noção real do que acontece mesmo por aí. Você está fazendo sua parte aí, e nós fazendo por aqui ( rezando e pedindo para Deus por todos).

Tô preocupada com você aí sozinha... Fica em paz amiga...te amo muito...bj

Apenas um lugar para ser (Lis) disse...

Oi Flávia, em primeiro lugar, que bom que vc e seu marido estão bem. Não consigo mensurar oq eh passar por uma situação como essa. Nessas horas só consigo me perguntar: por quê?

Que Deus proteja e dê força e consolo aos que sobreviveram, e abençoe grandemente aqueles que prestam alguma ajuda, como vc.

Beijos e um forte abraço!

Caesar Moura disse...

Sem palavras. Só oração. Um abraço do Brasil.

Maria Célia disse...

Olá Flávia
Não consigo imaginar o que vocês estão passando aí, porque nunca vivi uma situação tão dramática e catastrófica como esta aí do Japão.
Guerreiros, lutadores, trabalhadores e organizados como são os japoneses, com certeza se reerguerão mais depressa que todos imaginam.
Nesta hora só posso lamentar e pedir a Deus que na sua infinita misericórdia, estenda sua mão protetora sobre este país.
Bjos e fique bem.

Karol Nascimento disse...

Espero que vc esteja bem! Acompanhar pela tv já é assustador.. Além d adestruição a ameaça nuclear. Deus proteja esse povo guerreiro. Mande notícias. Mando daqui orações e energia positiva. Beijos

Lucia Mallet disse...

Flávia, realmente, o Japão é exemplo de superação, a gente se contorce de tristeza ao ver essas imagens tão impressionantes. Aqui no Rio, nem nos recuperamos, ainda, da dor da tragédia serrana e de repente a gente vê essa catástrofe aí na sua segunda terra.
Deus abençoe esse povo e Deus te abençoe sempre!
Bjs
Lucia

Tuka Siqueira disse...

Flávia, é mesmo aterrador ver as imagens de tanta destruição. Nem consigo imaginar o caos em que está a vida dessas pessoas. Mas também vi na globo hj esta reportagem falando o quanto esse povo é educado, o quanto são resignados e o quanto se comportam bem nessas situações, com paciência e ordem. Se uma desgraça dessas acontecesse aqui no Brasil, certamente os sobreviventes se matariam nas filas para comprar água, comida e combustível. Na verdade nem fariam filas e certamente haveriam saques e muita desordem. Admiro cada vez mais esse povo.
Que Deus tenha piedade dos japoneses e que esse pesadelo logo se transforme.

Beijos

Janaina Cassis disse...

Flávia, amiga linda, se cuida viu?
E tenha certeza de que não está sozinha, estamos aqui todos torcendo por vc!!!
Bj

Daniel Savio disse...

Espero que tudo se restabeleça por ai, pelo menos oro por isto...

Fique com Deus, menina Flavia Shiroma.
Um abraço.

Lane de Deus Peixoto disse...

Flávia querida, estou feliz em saber de vc, a primeira coisa que pensei quando vi as notícias foi em como vc estaria, pois vc é a única pessoa com a qual tenho contato que mora aí, daí me preocupei logo, pois tenho muito carinho por vc. Estamos todos muito tristes com o que houve e fico triste por vc também que está aí e sente tudo de bem mais perto. O mundo inteiro está solidário com o Japão e lamentamos muito pelos que morreram, pois o resto, tenho certeza que estará reerguido em bem pouco tempo, pois esse povo é exemplo para toda a humanidade. Bjs e força!!!

Erika Saab disse...

Oi, Flávia, tô acompanhando tudo pela televisão e mesmo você dizendo que onde você está tudo corre mais tranquilo, sempre fico pensando: "ai, meu Deus, tomara que a Flávia venha logo pra cá! Realmente, acho que se tem um povo capaz de superar tudo isso e reconstruir tudo são os japoneses. Força aí e um grande beijo.

Nanda disse...

Muito, muito triste...
O ser humano tem que se superar mais e mais... mas, apenas os bravos é que passam por coisas assim e conseguem se reestabelecer mais fortes... e assim foi o povo japonês... Sei que sairam mais ainda fortes... e espero que tenham sempre esperança e fé!
Um beijo, querida... se cuide!

Elaine disse...

Oi Flávia, tenho acompanhado pela tv o drama do Japão. Que difícil! Que bom que vc está bem, na medida do possível. Tenho certeza que todos entendem seu estado emocional agora...
Abraço pra vc e força!

Letícia Nunes disse...

OI Flávia!!

Vejo que qualquer rabisco, poesia, conto que possa escrever é mínimo perto da realidade que você está vivendo hoje!
Bem amiga só te desejo força e que tenha muita fé para superar toda essa situação! Que fique protegida com sua família!!

Grande beijo

Paty Chuchu disse...

Ola queridissima Flavia,as noticias que vemos na tv sao assustadors,da´ um arrepio e um no´ na garganta..Resumindo tudo em uma so´ palavra:TRISTEZA
Eu vi pela tv o comportamento das pessoas que mesmo em um momento tao dificil conseguem se comportar sem violencia e tal..Vi uma reportagem de uma senhora que foi comprar agua e ja nao tinha mais,ficavam hrs na fila e mesmo assim,a paciencia estava presente..
Muita forca amiga e muita fe´ em Deus,nao deixe de dar noticias viu?Beijinhos com carinho e sinta-se abracada..

Nádia Inácio disse...

Flávia, Deus esteja com todos vcs.
Estamos em oração, este povo maravilhoso irá se reeguer. Confiemos.
Bjssss

Nai disse...

Eu sou viciada em telejornal e confesso que chorei... Se colocar no lugar do outro é difícil e só de ler seu post as lágrimas voltam a cair.
Aqui no Brasil fiz doação em dinheiro, qualquer ajuda sempre é bem vinda.
Ficaria desesperada em seu lugar.
Um abraço e peço a Deus que tudo isso passe.

Evelyne V. Nami disse...

Oi Flávia.

Que Deus proteja conforte o coração de todos para que superem tudo isso!!!

Super bjos
http://www.i-likemovies.com/

Do que eu gosto... disse...

Oi Flávia!
Imaginei que você não estava no clima, passi por aqui e vi que você postou, que bom!
Quanta imagem triste, mas graças a Deus eles são fortes e vão renascer das cinzas...Mesmo na hora do sofrimento a educação e o altruísmo desse povo prevale, isto é louvável! Você vê por aqui qualquer adversidade cada um quer o seu, fazem saques em lojas, e aí não. É mesmo para ter orgulho de conviver com os japoneses! fique com Deus e venha logo para o Brasil!

Palavras Vagabundas disse...

Minha solidariedade e orações!
bjs
Jussara

Thaís Alves disse...

Flavinha, querida. Li seu post ontem e o sentimento que despertou em mim me fez postar imediatamente no blog, meio que correndo do trabalho... Muito legal o que o seu marido está fazendo e você também. Nada do que você der será pouco, porque está sendo tão sincero e fará muitas pessoas viverem melhor em meio a toda esta tragédia. E de tudo de mal, há de se tirar algo positivo... vc disse que o Japão fez muito por você e um pouquinho antes de ir, você está fazendo muito pelo Japão justamente quando ele mais precisa. Sei que muito desta cultura ficará em você, mas tudo o que você é também deixará marca no Japão. Que este povo lutador se refaça logo! Saudades! Beijos

disse...

Antes de qualquer coisa, antes de sermos brasileiros, japoneses, americanos ou franceses, somos moradores do Planeta Azul e nos sensibilizamos com nossos irmãos de qualquer parte do mundo.
Muito triste tudo isso.
E mais triste ainda é pensar que tudo isso pode ocorrer novamente a qualquer momento aí, aqui ou em outro lugar qualquer na Terra.
Nosso Planeta estárespondendo a varias açoes e tb está em modificaçoes constante. Nao tem jeito...
Fique bem
Beijoss

Carla Farinazzi disse...

Flávia!

Muita força e coragem aí pra você, seu marido e todas as pessoas aí.
Eu também admiro a nação e o povo japonês, tenho certeza que irão reconstruir tudo, e ainda melhor.
Mas é difícil passar por isso, aqui do Brasil tenho assistido às imagens do canal NHK, com traduções em inglês, e tenho me emocionado demais, a ponto de chorar em muitas e muitas ocasiões.
Torço e torcerei sempre por esse povo valiosíssimo!

Beijos

Carla

Celia na Italia disse...

Flavia
Que o tempo de recuperação seja rápido e que a dor que agora não tem palavras de consolo, vá embora tb.
Um grande abraço e muito carinho para tentar minimizar tudo o que está acontecendo.

Miss Yang disse...

Fla, teu post está sensasional!!! obrigado pelo carinho de sempre e pela indicação linkada. Me manda sms de quando em vez viu? Enquanto o Shiroma tá fora, vem aqui em casa! Não fica sozinha nesse "feriadao forçado" viu!!!!bjs

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

OBRIGADA POR TODO CARINHO DE VOCÊS E PALAVRAS DE CONFORTO.
AOS POUCOS VAMOS RETOMANDO A NOSSA VIDA DE ANTES, AFINAL A VIDA CONTINUA.
UM BEIJO A TODOS VOCES!!!!!!!!
SAUDADES...

Keliane disse...

Oi Flávinha, que bom q vc está bem, é muito triste tudo que está acontecendo no mundo, a natureza está revoltada.. são tantas tragédias e essa é a moior que eu já ví, uma tristeza,
não há palavras que possam expressar o quanto me entristece ver essas imagens.
não deixe de dar notícias.
Só nos resta rezar.
bjãi♥

Cafofo da Fran disse...

Oi Flávia
Moro aqui no RJ e qnd deu esta última tragédia aqui fiquei mt comovida tbm... Nos mobilizamos para mandar doações para as pessoas da região serrana isso era o mínimo q podiamos fazer naquela hora. Mas não tenho mt noção da desgraça que aconteceu ai, só vejo pela TV mas imagino q vcs ai tenham, mais dimensão do q nós. Estou mt preocupada com esse problema da radiação pq isso pode se espalhar pelo mundo td se não for contida. E tenho certeza d q tem gente q não esta nem ai pra o q acontece, pq pensam ah é lá no Japão, esta longe de nós! Até qnd está longe de nós? Qnd o vírus H1N1 se espalhou mundialmente no começo tbm estava longe de nós... Mas logo virou uma pandemia. Flávia estou preocupadissima c/ vc. Vcs já tem passagem garantida? falta pouco p voltarem? Voltem logo para o Brasil... E ainda vc esta ai sozinha ai meu Deus... Mas não se preocupe estou orando por vc e pelo seu marido!
Se cuida
Bjokas

Neusa Silva Vaz disse...

Oi Flávia!!! Vim conhecer seu blog, indicado pela Rê do "Distrações", e gostei muito!!! É muito triste esses sinistros naturais, não temos controle sobre eles, o que podemos fazer é orar!!! Ficamos comovidos e somos solidários!!!

Bjos e tenham uma quinta muito especial!!!!

Um espaço pra chamar de meu disse...

querida,chorei com seu post,fico pensando nessas pessoas todas...boa sorte pra vcs.Daqui só podemos rezar,pois as coisas tbém ñ estão fáceis, o Sul está mais uma vez sofrendo com enchentes,o pessoal da Serra do RJ ainda desabrigado,as tragédias se espalham...ajudamos com o que podemos e com nossas orações.

Economia Doméstica e Requinte com Ana Paula disse...

Oi lindona, sim a vida continua e o que podemos fazer é rezar, que Deus conforte o coração dessas pessoas.
Bjs

otilia cristina disse...

FLAVIA VOCES ESTÃO BEM??MANDE NOTICIAS TA??
BEIJOS
OTILIA
TODO DIA VEJO AS NOTICIAS DAI FICO POR DEMAIS PREOCUPADA...
DEUS ESTEJA COM VOCES SEMPRE!!

Teca disse...

Que coisa triste a que está acontecendo por aí. O Brasil, país q abriga tantos japoneses, está mto triste com isso td tbm. Força! Bjão

.Bárbara Matos. disse...

Oi Flávia.Mesmo eu não tendo ligação com o Japão, me sinto imensamente triste por tudo o que ocorreu e está ocorrendo. Imagino-me no lugar deles, terrível.
Beijos, e força.

Milene Souto disse...

Olá Flávia
Estamos todos muitos chocados e comovidos, tanto brasileiros descendentes de japoneses como os não descendentes tb como eu, com a tragédia que aconteceu aí, no Japão. Só de assistir os telejornais é difícil segurar o choro... as lágrimas correm diante de tanta destruíção e sofrimento... imagino como não deve estar sendo para vcs que estão aí...Desejo força e coragem para todos os que estão passando por essa trajédia de perto, todos nós estamos orando de coração para que tudo se ajeite da melhor forma. Tenho certeza que essa região do Japão será sim reconstruída, pois como vc mesma disse o Japão já passou por outras trágedias antes e se refez... conte comigo para o que precisar. Forças para vc e todos os outros aí, beijão.

Luziane Lima disse...

Flavinha,te acompanhei via celular.Que susto quando li o final de seu post =/,ainda bem que não foi nada grave.Acabei de comentar no blog da Gigi sobre essa desumanidade : 'Oi Gigi,que tristeza.O pior é saber que pessoas se aproveitam de um momento de dor para fazer isso.Acabei de assistir um programa da Record e passou as primeiras imagens quando começou o tsunami,pessoas desesperadas para subir em um prédio aterrorizante.E ainda um senhor de idade,bombeiro,que salvou várias pessoas e quando voltou para sua casa chorou desesperado porque perdeu mulher,filhos,netos enfim toda a família...Como se aproveitar de pessoas assim,isso é desumano.Estava no twitter e uma menina que está no japão tuitou 'gente o papel higiênico está acabando #comofaz economizar?rs' Esse risos me matou,pelo amor de deus RS,fiquei com vontade de chacoalhar essa menina e dizer: 'minha filha enquanto vc esta preocupada com o papel higienico que esta acabando tem gente que perdeu uma familia inteira,sua sem noção'.Espero que de agora em diante tudo melhore..."

Sobre seu comentário lá no blog,é claro que lembro dos seus comentários(como não lembrar?).E as pochetes não estão na moda,quer dizer espero que não entrem e virem tendência 'tem que seguir'kkkkk,achei interessante a releitura da D&G,mas espero que não virem os novos clogs kk,na minha humilde opinião.

BJOOO grande,

Luzi,
www.desapatilha.com.br

lahti shirley disse...

Nossa quando liguei a tv pela manhã do acontecido,ainda estava meio atordoada e ao olhar para tv,achei que fosse um desses filmes...custei a crer! mas...a mão natureza gritando e pedindo socorr né?!
bem,que bom que estas bem! quanto sofrimento,quanta dor..agente reza pelo povo e pede a Dues que volte tudo ao normal..

beijos.

NataliaMR disse...

Apesar do tempo passado, poucas coisas podem ser tão marcantes em nossa vida quanto isso... Parabéns pelo post.

NataliaMR disse...

Parabéns pelo post. Poucas coisas ficarão tão registradas em nossa memória como essa...

NataliaMR disse...
Este comentário foi removido pelo autor.