19 de mar de 2011

Japão hoje: coisas que não saem na tv


"Vamos embora daqui. Aqui não tem mais nada pra gente"

Ouvir isso da boca de uma pessoa que viveu mais da metade da sua vida aqui no Japão é inaceitável.
Essa infeliz que disse essa barbaridade vive aqui há muitos anos, inclusive fala muito melhor o idioma japonês do que o português. Estudou todos esses anos na escola japonesa e até seu jeito de ser ficou ajaponesado.
Paga impostos, mas também sabe usufruir muito bem deles.
Ela pode sair na rua a qualquer hora do dia que não encontrará violência.
Conta com vários subsídios do governo.
Dizia que não queria ir embora para o Brasil e agora diz isso?
Gente assim tem mais é que ir embora mesmo.
O Japão não precisa de gentinha pequena e ingrata.
Na hora boa todo mundo quer ficar aqui, mas no perrengue o Japão não presta pra mais nada. Oi?

*****

Ontem fui na agência de turismo acertar o que faltava das nossas passagens e, praticamente, não consegui ser atendida direito. A atendente, super simpática, não parava de pedir desculpas e acabou tendo que desligar a linha do seu telefone para me atender (por 5 minutos).

Segundo ela, os brasileiros estão desesperados para voltarem ao Brasil.




O telefone não pára e todas elas estão atendendo até as 22 horas ou meia-noite.

Conversando com a  blogueira Gigi, que também mora aqui no Japão, soube que muitos brasileiros simplesmente trancaram as portas de casa, fizeram as malas e já estão no Brasil!

Em alguns casos é compreensível esta atitude e desespero, como no caso das gestantes ou mulheres que tem filhos próximos a região de Fukushima, região onde está a usina nuclear.
Mas, muitos brasileiros estão agoniados querendo fugir da região onde moro, que quase não foi afetada.
Não sou contra querer ir embora, afinal a família da gente fica desesperada no Brasil e nessa hora é muito natural sentirmos o egoísmo da sobrevivência. Só fico p da vida quando saem falando mal daqui ou quando se desesperam por não conseguirem esperar apenas alguns dias para sair daqui, sendo que os próprios japoneses nem tem esta opção e continuam lá na região nordeste morrendo de frio e angústia.


"Adianta sua ida boba!!!"
Ouvi isso de outra infeliz.
Ninguém noticia essas barbaridades que ouvimos não é mesmo?
Mas eu noticio! rs

Respondi que eu ia embora no dia que havia marcado (marquei há três meses atrás) e que o desespero e a vontade de sair correndo deveria ser substituída pela maturidade para perceber que, mesmo tendo que esperar por alguns dias para embarcar, ainda estamos (nós brasileiros) com vantagem sobre os nossos irmãos japoneses que nem tem esta rota de fuga como nós temos.

Eles não tem como mudar de país e, certamente, se pudessem, acredito que não fariam isso. Não abandonariam sua pátria.
Acredito muito que cada um morre na hora que tem que morrer.
Tá. Você foge daqui e chegando no Brasil leva uma bala na cabeça e morre.
E aí?
Chegou a hora bem!!! Não adianta fugir.

E outra.
Estava vendo na tv alguns depoimentos de pessoas que passaram vivenciaram as tragédias de HiroshimaChernobyl e estão bem até hoje. Estão vivíssimos para contar suas histórias.
E aí?? Quando chega a sua hora não tem jeito amigo. Ninguém escapa.

Seja aqui ou numa bolha.


Acesse o blog do repórter do SBT Fábio Diamante, lá está publicada uma postagem que cita meu esposo, aqui.

50 comentários:

Rossana disse...

Flávia!!
Emocionante a reportsgem.
Tenho familiares que moram em Osaka, (tio e prima),deveriam ter embarcado para o Japão na quarta feira (1 dia antes da tragédia). Sei que em Osaka tbém não teve grandes consequências. Não embarcaram no dia pq minha prima estava com DENGUE. Veja só como são as coisas...Mas ontem, mesmo com tudo que esta acontecendo voltaram para o Japão. Meu tio se mudou para Osaka há mais de 25 anos e não pretende morar em outro lugar a não ser que o País realmente fique inabitável.
Concordo com tudo que vc escreveu a respeito das pessoas que falam mal do País que as recebeu.
Forte abraço para vc! :)

Amélia Calixto disse...

Sábias palavras Flávia, acho que ao invés de os brasileiros saírem correndo e virem para o Brasil, deveriam ficar aí no Japão e mostrar para o mundo o quão solidário e perseverante o brasileiro. Capazes de ajudar irmãos de uma pátria tão querida e que acolhe tantos brasileiros....
Ótimo post.
Um Beijo

Cafofo da Fran disse...

Oi Flávia entendo perfeitamente o q vc quer dizer. Qnd acontecem as coisas aqui no RJ mta gente diz pra nós voltarmos p o sul pq aqui é pra louco. Mas as coisas que aconteceram até agora graças a Deus não nos afetaram, foi "longe" de nós cm aconteceu com vcs ai. E concordo contigo qnd é a hora é hora e não adianta. Vc pode estar dentro de sua casa assistindo TV e de uma hora pra outra levar um tiro d uma bala perdida, ou te dar algum problema d saúde e vc morrer! Qnd acontecem as coisas aqui ficamos chocados e comovidos com as pessoas, pq não gostamos d ver o sofrimento d ninguém. E penso cm vc não adianta fugir. Concordo tbm qnt ao q vc falou q na hora o Japão era ótimo p essas pessoas e agora q o País está passando por um momento dificil não serve mais? cm assim? sabe Flávia entendo isso como um exemplo q vou te dar: Já trabalhei com mta gente q qnd fez a entrevista p entrar na empresa disse q era o emprego do sonhos e qnd conseguiu o tão desejado emprego dos "sonhos" passou se um tempo e esse emprego não era mais o dos sonhos e certas pessoas falavam mal da empresa e eu pensava cmigo msma mas se vc não esta contente o q esta fazendo aqui ainda. E pensava tbm que emprego dos sonhos é esse q agora vc so fala mal?... Te citei esse exemplo pq entendo q as pessoas estão agindo assim ai. Derrepente antes o Japão era um sonho e agora pq está com dificuldades não é mais? Olha Flávia as pessoas nos surpreendem msm! Adorei o post! E faça msm o q seu coração manda e se tiver q responder essas pessoas responda!
Bjokas e se cuida!

Wilma disse...

É incrível como essas pessoas são ingratas, e vejo isso em outros países, como Portugal,por exemplo, que as pessoas quando acham que não tem mais nada a usufruir de bom para elas,partem, na verdade elas pediram pra entrar no país apenas para tirar vantagem e não para viver, crescer, evoluir adquirindo outra cultura, essas pessoas só valorizam o dinheiro, embora não fora isso que disse lá na imigração!! Depois reclamam quando a imigração restringe, este tipo de gente nunca deveriam emigrar, são ingratas!!! É a mesma coisa q você pedir pra ficar na casa de um amigo por alguma necessidade, e quando esse amigo adoece, você simplesmente faz a mala e deixa ele lá,sem dá nenhuma contribuição!! Muito triste.

Renata Keli disse...

Oi Flávia

Lamentável essas atitudes... São pessoas ingratas, verdadeiros sangue-sugas. São vazias de sentimentos verdadeiros, como a compaixão por exemplo.

Bjks

otilia cristina disse...

É A TAL....CUSPIDA NO PRATO QUE COME SABE??? NOSSA TEM GENTE INGRATA MESMO FLAVIA EM TODOS SENTIDOS...A GENTE SE ESBARRA NESSAS COISAS EM FORMA DE GENTE TODO DIA..E NÃO É SO NESSE CASO NÃO EM TUDO...QUANTOS DE NÓS NÃO TIVEMOS INGRATIDÕES??? EU E MEU AMRIDO VIVEMOS RODEADOS DE GENTE ASSIM...ESSES DIAS MESMO NOS TEMOS UMA TRASNPORTADORA E ESTAVAMOS CONTRATANDO MOTORISTAS...VEIO UM AQUI A PROCURA DE TRABALHO MORRENDO DE FOME..A FAMILIA SEM COMIDA MESMO DE VERDADE..MEU AMRDIO PEDIU QUE EU FOSSE LA FAZER UMA COMPRA E ECONTRATOU ELE ...LEVEI COMIDA...ROPUAS PARA OS FILHOS ...ELE FOI FAZER UMA VIAGEM ..FICOU EMPREGADO POR 8 DIAS E JA PEDIU PARA SAIR POR QUE NA FAZENDA CHOVIA MUITO E ELE FICOU BRAVO POR QUE TIVERAM QUE FICAR PARADOS COM AS CARRETAS ESPEANDO ESTIAR ..ABANDONOU O TRABALHO E A CARRETA NA LAVOURA SE ACREDITA??AINDA SAIU FALANDO MAL DA FAZENDA ...MEU AMRIDO CHEGOU AQUI BRAVO ...DISSE QUE NUNCA MAIS VAI TER DÓ DESSE POVO QUE COSPE NO PRATO QUE COME .E ASSIM É AI..NA HORA DO SUFOCA O POVO FOGE NÉ??OLHA EU SE TIVESSE AI IRIA AJUDAR TAMBEM POR QUE TAMBEM ACHO QUE NINGUEM MORRE NA VESPERA..E TEM MAIS SE MORRER PELO MENOS AJUDEI ..NÃO FUI OMISSA E COVARDE....FIQUE BEM QUERIDA ....BEIJOS
OTILIA

Danny - Uma gaikokujin no Japão disse...

Plac Plac Plac!É só o que tenho a fazer, bater palmas e tirar o meu chápeu pelo seu post, pelo seu ponto de vista.! Nossa você escreveu tudo que tenho na garganta também. Um monte de gente fala, vai embora, não tem mais nada aqui. ABSURDO! Nossa, eu to realmente sem palavras, você escreve TUDO gata! Parabéns mesmo. Me deixou sem o que dizer.Beijos

www.dannynojapao.blogspot.com

Ariana disse...

Oi Flá, infelizmente o ser humano acaba tendo algumas atitudes extremamente desnecessárias, sempre ouvi dizer que se vc quer realmente conhecer alguem, espere a tempestade chegar,é muito fácil, estar em algum lugar, ou em companhia de alguem quando tudo está lindo e maravilhoso, o dificil é encarar as dificuldades. Fico muito feliz em ver você e o seu marido dando um lindo exemplo de solidariedade, exemplo que essas pessoas que disseram essas coisas deveriam seguir, entendo que aflição, o medo, tomem conta das pessoas neste momento, mas como você mesmo escreveu, vcs brasileiros ainda tem a opção de um lugar para se refugiarem e os japoneses quais são as opções deles????É complicado demais...sair falando mal de um lugar que tanto lhe ofereceu...Não gosto de julgar ninguem...mas vemos cada coisa por ai, que é dificil calar...sei lá, cada um sabe das suas escolhas e decisões...
Rezo para que tudo isso passe logo...
Mil beijos
Fique com Deus Sempre...

Gigi disse...

Flavinha amada,que post bacana!!!vc adivinhou os meus penssamentos!!! Sabe que eu estava justamente penssando em fazer uma postagem exatamente sobre esse assunto e e isso ai mesmo,quando chegar a hora nao adianta fugir.Fiquei pasma de saber que ate mesmo pessoas que conhecem a cultura local ,falam o idioma fluentemente estao agindo assim tambem lamentavel!!!!Eu tambem li um texto otimo e esclarecedor sobre radiaçao no msn.com e ate compartilhei no orkut. E realmente nao ha motivos para panico.Querida a Eli, do blog: simplismente Eli mandou avisar que nao esta consseguindo deixar comentario no seu blog.Lembrei do que aconteceu hoje de manha que escrevi dois jornais e nao conssegui postar rsrsrs,mas como nao desisto facil fiz o terceiro.Fla obrigada por me citar no seu post , fiquei muito feliz!!beijo beijo beijo

Elaine Lobato disse...

Flávia , muito bom seu texto! As pessoas adoram um buxixo... não refletem antes de falar ou pior antes de agir!

bjssss

Fabi a loba!!! disse...

Amiga, o ser humano é assim mesmo ingrato e egoísta na maioria das vezes, se vocês estão seguros aí não tem porque saírem correndo!!!!
Gentinha!!!!! Afff!!!!

Tá escrito... não tem jeito... quando chegar a hora, morreremos, mas as pessoas não pensam assim, é triste...

Flá estou tão ansiosa... contando os dias para sua chegada, parece que vou parir!!!! No dia que eu realmente te ver e abraçar vou acreditar que voltou!!!!
Rsrsrsrs... conto os dias nos dedos agora!!!!( das mãos e dos pés, junto com os da Daphyne... talvez mas conto)

Beijos miga minha!!!!

Balzaquiana com 'Z' disse...

Acho que é como você disse... na hora boa o Japão é bom... agora... só sabem falar mal. E pode ter certeza que o japão não precisa desse povo covarde, não. De jeito nenhum.

BeijoZzz

Carla Farinazzi disse...

Oi Flávia

Não existe coisa mais triste do que a ingratidão.
Eu sempre penso muito nisso. Ingratidão. Agora que o país precisa dessas pessoas para ajudá-lo a se reerguer, elas fogem como coelhos assustados e ingratos. Lamento muito, mas tenho certeza de que o Japão superará essa tragédia rapidamente.

Beijos, querida

Carla

Palavras Vagabundas disse...

Flávia, ingratidão é horrível mas existe! O Japão é maior que isso.
bjs
JUssara

Gisley Scott disse...

Flávia, esse post me fez indagar algo: será que é por isso que as amizades e relacionamentos acabam com facilidade hoje em dia? Por que as pessoas só querem o compromisso quando tudo está no bem bom? Pq sabemos por mais que voltem pro Brasi, lá tb terá problemas, só muda a embalagem e endereço.

Essa nação não merece gente assim...Se não sabe suportar as adversidades, que façam ao Japão o favor de se retirar imediatamente: last call ( última chamada) ! hahahaha!

Bjos

July disse...

Tive a mesma impressao da gisele, a cima... Quando tudo está bom é o melhor lugar para viver. Quando acontece uma tragédia. Enquanto isso assisto aqui pela Tv vonluntários e pessoas que fazem o sentido inverso para ajudar aqueles que estao precisando as vezes de um simples abraco como conforto. Tenho fé que tudo isso passará. Tenho a idéia dos japoneses de um povo lutador. Bjs

RafaelaRonconi disse...

Olá Flávia como vai?
vim retribuir a visita lá no blog e aproveitei para conhecer seu espaço também :)
infelizmente o blog nao tem um feed para vocês se inscreverem mais em breve darei um jeitinho nisso hehe
beijos pra você e sucesso no seu blog também!

otilia cristina disse...

TO RINDO ATE AGORA DO SEU COMENTARIO NO BLOG...DA GIGI ...ESSA FRASE FOI DEMAIS

PRA FECHAR COM CHAVE DE OUTRO UMA PORRADA ""

ESSA É DAS MINHAS SRSRS SRSRSR AI FLAVINHA SÓ VC MESMO....KKKKKKKKK

BEIJOS ]
OTILIA

Nutri Bobagens disse...

As vezes o esgoísmo nao deixa as pessoas serem racionais, aliás quase sempre.

Entendo o desespero, o medo e a pressa, mas o desdem nao.

bjoS2

Do que eu gosto... disse...

Oi Flávia!
É triste ver pessoas assim que foram buscando uma vida melhor e usam esse tipo de argumento na hora que deveriam ajudar a quem os ajudou. Mente pequena e mesquinha! E dessas o mundo está cheio, infelizmente!

Lucia Mallet disse...

Flávia, pessoas como vc é que fazem o mundo melhor...isso é tudo o que posso falar sobre a sua forma de ser e pensar! Deus te abençoe e certamente todos aqui estão te esperando de braços abertos, mas no momento planejado, como bem asseverou!
Bjs
Lucia

Thaís Alves disse...

Nossa Flavinha, muito chato isso, toda esta ingratidão. Fico pensando se fosse aqui, uma terra que também acolhe tantos estrangeiros que vivem muito melhor aqui do que viviam em seus países, e de repente se acontecesse alguma coisa simplesmente virariam as costas. Eu ficaria muito triste e imagino que os japoneses também fiquem com este tipo de manifestação insensível. Olha, fui olhar o post que você indicou e comentei tbm. :) Parabéns para você, pela sua opinião firme e ética, e parabéns pelo seu marido tão humano quanto você. Não daria para esperar algo diferente, uma pessoa que convive com alguém especial como vc só pode ser uma pessoa grandiosa tbm. Beijos!!!

Vinicius.C disse...

Olá!!


Que surpresa boa chegar aqui!

Eu tenho um blog o Alma do Poeta, estava navegando e pronto aqui estou!

Bom.. acho que o para que passar o tempo buscando respostas para perguntas tolas, se o inevitável não marca hora e muito menos responde um bom dia.

Não existe boa educação nas tragédias, e nao importa o nivel, o estrago importa é a fragilidade de quem encara o tranco.

Um beijo adorei seu blog!!

Podendo venha ler a mim!

Vinicius.

Cristina Lira disse...

Excelente, adorei ter lido todas estas palavras sensiveis e doces, verdadeiras...

Meu coração ora pelo Japão e por nosso povo que vive ai.

Tenha um bom final de semana! Tudo de bom.
Xerooo no coração..rs
Se cuida.

Danny - Uma gaikokujin no Japão disse...

Querida, acabei de postar. Usei um pouco do seu texto, mas coloquei os devidos créditos. Você me inspirou a postar algo sobre isso.Beijos

www.dannynojapao.blogspot.com

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

bacana seu post, Flávia! pois é, até entendo quem queira voltar...mas não é legal sair na hora de lavar a louça depois de ter jantado né. que todos saiam com dignidade. fora que o pior já passou... quem quer ir, que vá dignamente sem falar esse tipo de coisa horrorosa e ingrata.

aqui no meu prédio 5 apartamentos foram abandonados. largaram até com cachorro dentro, um horror isso... e fugiram.

acho até um pecado agir assim, a gente que ficou bem e não está no meio da desgraça. tomamos o susto, estamos tristes, mas estamos bem e seguros. um pecado agir com tamanho egoísmo, que todos façam o correto independente quem fica ou vai.

nota dez seu post!

Wevertton disse...

"Poxa, estou vendo o que aconteceu no Japão. Desesperador. Torcendo para que tudo fique bem logo".

Beijos, e passa la quando puder! ;-)

Teca disse...

Mto bonito o seu carinho pelo Japão! ;)
Super beijo

Paula Li disse...

OI Flavinha, já sabia da sua indignação, por que li o comentário que escreveu no Blog da Gigi.
Imagino a sua raiva com essa sujeitinha, mas diferente de você, ela ficou todo esse tempo no Japão, só pensando em ganhar dinheiro.
Não nutre nenhum sentimento especial pelo país,nem pelas pessoas e por isso deu as costas sem pensar duas vezes.
E isso foi até bom. O que o Japão menos precisa neste momento são de aproveitadores sem coração.
Li a reportagem do Fábio e seu marido esta com tudo, hein amiga!?
É de pessoas como ele que o país precisa!!!
BJs

Adriana Alencar disse...

Não sei o que faria em uma situação assim, mas acho que ficaria apavorada e iria querer sair também, por isso não culpo essas pessoas. No entanto, falar mal do país é inadmissível pois, com certeza, viveram bons momentos nele e isso não deve ser menosprezado.
Quando vocês viajam?
Beijo
Adri

Kamilly Almeida disse...

Estou conhecendo o blog agora e já seguindo.
Nossa Flávia,ouvir isso realmente não é fácil,é ridículo!
Também acredito que quando chega nossa hora não tem jeito,acontece.

Flá,relaxa,tudo vai dar certo.

Beijão!

Cae Fernandes disse...

Olá Flávia!
Talvez seja nessas horas que o verdadeiro caráter se mostra, não é?!
Pensamentos egoístas e tristes os que você narrou...
Fique bem e em paz!
Bjos carinhosos...
Cae

Letícia Nunes disse...

Oi Flávia!!
Por aqui o que vende é a tragédia e não o impulso de superação, infelizmente! Por isso o corre corre aos aeroportos é a notícia!!

Flor peço desculpas pela músuca altíssima no meu cantinho hauhauhauhau

Baixei o volume!! Sem sustos na próxima vez!!

Beijinhosss

Evelyn V. disse...

Querida Flávia.

Voce tem toda razão, não se pode abandonar tudo e sair correndo,principalmente num país que acolheu todas as pessoas,agora é a hora de ficar e ajudar.todos estão precissando de ajuda.
Mas é como eu sempre digo, as pessoas esquecem muito rápido,daquele grande mandamemento, ame o teu próximo como a si mesmo.
Só pensam em livrar a sua pele, e fugir.
Espero que está situação, passe logo, para que o sofrimento de todos seja amenizado, e tudo volte ao normal.

Que Deus te abençõe e te proteja.Estou orando por voce e todos ai.

Beijos.

http://www.acredite-emvoce.com/

Be

Erika Saab disse...

É, Flávia, não sei porque mas não me choco mais com este jeito esgoísta das pessoas. Chocados estamos aqui no Brasil, de ver tanta organização, equilíbrio, disciplina e coletivismo do povo jaopnês diante de um momento tão difícil, nunca cenas com pessoas desesperadas, gritando, quebrando as coisas para roubar, ninguém tentando furar filas, nem usando a lei do mais forte, todo mundo dividindo e agradecendo por estarem vivos. Estas imagens têm chamado atenção e eu espero que faça muitos brasileiros refletirem sobre suas mentalidades. Já estes que estão aí, há anos e não apredenram nada com os japoneses, realmente é melhor pularem fora, pois não ajudam em nada e ainda desconhecessem a palavra gratidão. Beijos.

Milena Fischborn disse...

Flavia, infelizmente vivemos uma época em que as relações são tão imediatas e interessadas!!! Serve para amizade, casamento, e mesmo a escolha de um país para se viver. enquanto o outro (pessoa, relação, país) tem algo para nos oferecer, a gente vai "sugando" tudo o que pode. Quando um problema aparece pelo caminho, larga-se tudo e vai embora, sem mesmo olhar para trás!
Eu vejo isso em relacionamentos, é tão fácil sair de uma relação quando está não nos conviem mais, sem nem mesmo tentar alguma coisa para superar as diferenças. E a mesma coisa vale para as pessoas que mudam de cidade, de estado ou mesmo de país como trocam de camisa, sempre pensando no que esse lugar tem a "me oferecer", e jamais no que podemos oferecer.
Grande abraço!
Milena
http://viverplenamenteparis.blogspot.com/

Danny - Uma gaikokujin no Japão disse...

Oi querida que bom que você gostou do meu post! Ficarei muito feliz se você divulgar, precisamos alertar as pessoas que estão no Brasil. Lógico que foi uma trágedia, mas eles aumentam demais e ainda o Marcos Uchoa tem coragem de dizer que japonês não é povo solidário? sem comentários ..! beijos linda.. ps: por que eu não fui te conhecer antes? para eu poder comprar as coisas baratinhas de você! .. rsrs .. beijos

www.dannynojapao.blogspot.com

Babi Zuza disse...

Oi Flávia,

Nossa.. concordo com tudo o que você disse ai no post.
Olha o que o desespero faz com as pessoas..
Os japoneses não tem esse escape e nem por isso desistem né..

Outra coisa.. também penso que cada pessoa tem sua hora, e quando chega não tem como, podemos estar quietos em casa...

B-jinhos
Babi Zuza
http://babizuza.blogspot.com

Mayara disse...

Nossa Flávia, concordo bastante com o que vocÊ falou, mas acredito que a pessoa que disse a primeira frase que você citou, apesar de falar e "viver" japonês nunca se sentiu realmente, só aproveitou como meio de vida, né?!
Espero que sua volta seja mais tranquila, e pacífica.

Neusa Silva Vaz disse...

Oi Flávia!!! As pessoas na maioria das vezes são assim, você já reparou, quando essas celebridades estão no auge, tem um monte de "amigo", quando a fama vai, a maioria dos "amigos" vão também!!! Tem muitas pessoas egoístas e interesseiras, infelizmente!!!
Parabéns pelo marido!!!

Bjos e tenha uma semana maravilhosa!!!

Margot Félix disse...

Admiro sua postura, Flávia. Você é uma pessoa íntegra. Tiro o meu chapéu!

Espero que a situação fique mais amena nos próximos dias.

Um forte abraço.

Margot Félix

Apenas um lugar para ser (Lis) disse...

Oi Flávia, concordo com vc, algumas pessoas realmente perdem o bom senso diante de situações como essa.

Parece não haver tamanho para a ingratidão do ser humano.

Mto bom ter acesso a esse outro lado através do seu blog.

Bjs!!

Mulher de Fases disse...

Flávia, nem vou entrar muito em detalhes sobre o que esses ingratos andam dizendo, pq o que me deixa chocada mesmo são as noticías das regiões afetadas.
Ontem vi a reportagem que uma senhora de 80 anos sobreviveu com a neta depois de nove dias trancada na cozinha com tudo destruído ao seu redor, sem comida, frio... Mesmo assim Deus a assistiu.
Eu espero de coracão que o Japão se reerga, se estabilize, que Deus cuide dessas tantas familías que perderam tudo, parentes e até o amor a si mesmo. Não é hora de cuspir no prato que comeu, mas é hora de mostrar solidariedade!

Satie disse...

Oi Fla,
Sabe, um minimo de gratidao seria digno ne?
tenho ouvido essas historias por aqui tbm, tbm vejo o q a midia fala e tenho ligado diariamente para meus pais e sogros para tranquiliza-los. o pior ja passou mesmo, agora é fazer o que estiver a nosso alcance para a reconstrucao ne?
bjks e se cuida!

Maitê disse...

Oi Flávia !!!!!

Acho sinceramente que os brasileiros deveriam ficar aí no Japão para ajudarem a reconstruir o país ... afinal, eles foram ao Japão em busca de uma vida melhor e não é na primeira barreira que eles devem fazer as malas e voltar.

Eu desejo que o Japão mais uma vez se recupe de todas estas tragédias e volte a ser a grande nação que sempre foi.

Beijinhos

Satie disse...

É Flavinha, infelizmente é assim que acontece, ouvi varios casos, vi ate na TV uma familia dizendo que largou tudo no apato...oi?!
Acho que elas nao tem nocao das consequencias que tera para os outros, sao sem nocao mesmo.
Como vc sabe, nos optamos por ficar, e vamos ficar. Mas ligamos todos os dias para o Brasil, para acalmar nossos familiares.
Fazemos questao de dizer, ja esta tudo quase normal, estamos bem.
Eh isso querida, cuide-se
bjks

.:*Aline*:. disse...

Nem o Japão precisa dessas pessoas e nem tampouco o Brasil. Pq (não todos) mas esses aí que fazem esse tipo de comentário, quando saem daqui saem falando que o Brasil não presta, que não dá oportunidades, que eh violento, corrupto e tudo de ruim que se possa imaginar. Mas quando uma tragédia dessas acontece, aqui se torna a "terra abençoada", como aqui não tem igual, tudo de bom.
Pura HIPOCRISIA.
São pessoas pequenas demais que nos remetem somente pena.
Belo post, querida. Adorei o ponto de vista.
Bju grande.

Sotnas disse...

Olá você Flávia, com trinta e poucos anos, espero que tudo esteja bem contigo!
Concordo com sua indignação, a ingratidão destas pessoas aliada à falta de critérios é realmente imperdoável. Penso que além destes dois defeitos elas também sofrem de egoísmo e um pouco de burrice, aqui no Brasil as enchentes estão matando mais que o tsunami provocou ai no Japão, e isso somente prova que elas nem respeitam ou gostam da pátria em que nasceram, e sendo assim não vão sequer respeitar a pátria que os acolheu por vontade deles mesmo!
Parabéns pelo belo espaço e pelos temas abordados.
Desculpe se minha invasão foi deselegante, conheci o teu blog no Certas Coisas e resolvi conferir, gostei por demais! Por outro lado se não gostar desta humilde invasão e comentário esteja a vontade para atirá-lo a lixeira. Desejo a você e todos ao redor felicidades sempre, abraços e até mais, talvez!

Érica Kumisaki disse...

Oi Flávia,meu nome e Érika estou no japão a 14 anos....essa e a primeia vez que fiquei com medo depois depois do acontecido sou casada e tenho filho de 4 anos tenho blog faço crochê para brasileiros aqui no japão desde a primeira vez enfretamos a crise e fiquei em casa sem serviço por 5 meses....voltei na mesma fabrica e ontem fomos mandados embora novamente .....todos os brasileiros foram dispensados....mais uma vez vou esperar,embora daqui não quero,mas estou preocupada com a economia do japão onde a maior parte e eletronicos e carros......tenho 3 meses de seguro ate la estou pedindo socorro ao meu coração porque ele ta querendo sair pela boca ja..a muito tempo aqui aprendi muita coisa.tem japones bom e tem japones ruim tb,a discriminação ainda a alta,minha preocupação agora e...qdo?como?depois de anos?o Japão vai volta a ser o que era qdo cheguei,eu choro qdo vejo aquelas pessoas no meio do nada em Miyagui,tem coisa que eu vejo que não passa no brasil...!!!!!quem ta la não sabe de NADA.......so sabe quem volta do japão e que tem dinheiro,eu to revoltada, apavorada,preocupada porque agora parou tudo Tokyo e o epicentro de todo japão ,parou la para tudo......vou esperar a fabrica chamar de volta espero que seja ao menos de 3 meses,vamos levar anos pra RECOMEÇAR,assim como em FUKUSHIMA vai levar ANOS pra a radiação desaparecer no ar.......

acheiminhacasa disse...

Flavia morei em shizuoka makinohara sagara, pior naw é isso tem coisas muito pior que isso na fabrica que eu e minha esposa trabalhamos tinha uma maioria de gente podre(brasileiros)só pra vcs terem noção tinha um cara que ficava pedindo carro paras os brasileiros que estavam vindo em bora bom resumindo ele largou abandonado na rua na garagem do predio 5 carros ganhava usava ate vencer o shaken e abandonava esse tipinho de pessoa tem mais é que vir correndo. como vc mesma disse quando tem que morrer naw vai nem antes nem depois . gostei muito quando vc disse isso vi que vc acredita e muito em DEUS. mas vendo o resto do seu comentario eu percebi que quem fez a materia naw foi a FLAVIA e sim sua raiva kkkk vc tem que depositar toda sua fé minha querida pois naw cai uma só folha da arvore sem que DEUS queira entaw vejamos por esse lado quem veio em bora já estava passando da hora e isso que aconteceu foi só um empurrãozinho nunca nem jamais duvide da capacidade de nosso grande SR JESUS CRISTO ele nunca erra... um forte abraço e continue escrevendo para nós sucesso FLÁVIA