30 de jul de 2010

Meu Oakley Liv: opinião

Oi Tchurminha! Tudo bem com vocês? Tô super animada hoje.... a sexta-feira chegoooou!! Mas...... hoje estou aqui para mostrar o meu óculos Oakley Liv que comprei em Outubro do ano passado e só fui usá-lo pela primeira vez há duas semanas! Pasmem!


Explico: Quando comprei este Oakley (lançamento em 2009), já não fazia mais tanto calor por aqui, nem tanto sol. Então, o mantive guardado para usá-lo no próximo verão, que é este que está começando praticamente agora, em Julho.

Um outro detalhe que me fez mantê-lo guardadinho: este modelo machuca um pouco o ossinho do nariz, não é muito confortável como o Ray Ban, por exemplo. Este Oakley é mais pesado do que o Ray Ban. Depois que comprei este modelo Liv, descobri (opinião super pessoal hein) que a sua única vantagem é a beleza no design, principalmente nas laterais onde podemos ver o símbolo da marca. Caiu super bem para o formato do meu rosto, mas não é confortável.


Quanto à caixinha dele, achei um pouco exagerada no tamanho, porém belíssima. Ela ocupa muito espaço na bolsa, por isso também não achei prático.


São coisas que só percebemos depois da compra. Mas, não me arrependo, pois sei que a marca me oferece qualidade por anos a fio. Oakley é Oakley!!




Leia também:

29 de jul de 2010

Amo esta foto

De tantas fotos que temos arquivadas, aposto que todas nós temos "aquela" preferida! Você não tem? Eu postei essa que eu adoro de paixão. Claro que tenho outras mil, mas sempre que quero recordar momentos bons e momentos em que me senti muito bem comigo mesma, esta foto me vem à tona. Se você também postar a sua foto preferida no seu blog, me avise e coloque o link da postagem que vou lá dar uma olhadinha ok?? Eu e todas aqui!!

Isso mesmo! Eu, bem loirinha..... saudade! (set/2009)

28 de jul de 2010

Loucas por sapatos!

Isso mesmo! Esta postagem é dedicada a todas as mulheres viciadas em sapatos, sandálias, chinelos, saltos de todos os tamanhos e tudo mais que pode deixar os nossos pés e pernas mais atraentes! Dedico também a todos os homens apreciadores de um belo par de sapatos escolhido pela sua companheira ou paquerinha!

Só pra começar, saber escolher o sapato certo para cada ocasião e que combine com o seu estilo já é meio caminho andado. Não queira bancar a sexy se você não curte saltos altos e bicos finos.

Você tem outras "armas" para isso: um belo decote, um penteado que mostre a sua nuca, uma fenda nas costas, etc. Para aquelas que amam saltos (como eu!), saibam que eles nos alongam! Ainda mais se optarmos pelos tons pastéis como o nude por exemplo que está super em alta. Veja na foto:




Dizem que, só de observar os sapatos de alguém, temos condições de saber um pouquinho sobre ela ou ele! Será verdade? Sapato velho, surrado, furado, envernizado, aflorado, baixinho, meio drag, chique, lustrado..... te faz lembrar que tipo de pessoa?

Muitas vezes expresso meu jeito de ser "naquele dia" através do calçado que escolho. Se estou mais num "dia perua" vou de saltão, brilho, oncinha e muito dourado. Se estou cansadinha ou desanimada, uso uma sapatilha, se estou preguiçosa uso um croc`s e assim vai........ Por isso, além de mostrar a personalidade, também podemos perceber o estado de espírito da mulher naquele momento. Mas depende de caso pra caso.

Para cada tipo de pessoa e situação existe um calçado ideal e para cada sapato existe um fã!!

Gostaria de saber com qual dos pares abaixo você mais se identifica?



27 de jul de 2010

Sozinha em casa

Esta semana meu marido está trabalhando no turno da noite. Por um lado é bom porque consigo adiantar bem as coisas de casa, inclusive atualizar o blog e visitar minhas amigas blogueiras com mais calma. Acho que com vocês que são casadas ou que dividem a casa com seu companheiro também devem "render" mais quando estão sozinhas né? rs. Sinto que o meu marido também "rende" quando eu estou fora, finaliza os contatos pela internet, faz ligações agendadas, conclui alguns projetos, etc.... Quando estamos os dois em casa, um fica chamando o outro toda hora e, por fim, não fazemos nada, só queremos saber de ficar na cama vendo um filminho e comendo besteira. Quer coisa mais gostosa que isso? A gente acaba engordando hibernando, seja no inverno ou verão.
Bom, mas voltando ao "hoje", está tão chatinho aqui sem ele... um silêncio...
Sou assim mesmo, carente assumida. E quer saber? Adoro ser carente! rsrs... mas hoje estou mais!!
Acho que no fundo todos somos carentes, mas como esse termo é associado à falta de carinho ou atenção, então muitas pessoas não admitem. É o que eu acho. Mas atenção, não estou falando da carência patológica!! kkkk.... tô falando da carência de pedir colinho e fazer biquinho viu?

Hunf... vou ter que me deitar sozinha. Ainda bem que é só uma semaninha.
Hahaha! Até rimou! rs


Leia também:

26 de jul de 2010

Horóscopo das flores

Faz pouco tempo que descobri que existe esse tal de "Horóscopo das Flores". Não costumo seguir nenhum tipo de horóscopo, apesar de respeitar quem lê e se importa com o que ele diz. Achei legal postar aqui qual é a flor correspondente ao meu dia e mês de nascimento, afinal, informação nunca é demais.

Flor: Esporeira (11/mai ~ 31/mai)
Azuis e pequeninas, as flores da esporeira se assemelham a pequenos golfinhos, presos a caules firmes e eretos.

As pessoas que nascem sob este signo são fortes, determinadas (eu, nem tanto assim) e dignas (certo!), fazem questão de ter seu valor reconhecido (certo!) e repudiam a falsidade e a hipocrisia (certíssimo!). Realistas (sim!), sabem agir com serenidade (às vezes não dá para ser tão serena não! rs) e bom senso (sim!), mas nem por isso deixam de lado seus ideais e seus sentimentos mais elevados (sim!). São obstinadas, batalhadoras e dotadas de grande energia e força de vontade.
Coisas de internet...rs
Se quiser saber qual sua flor, clique aqui.

24 de jul de 2010

A originalidade me atrai

Olha que imagem linda e romântica. Uma noiva perfeita, sonhadora, ...... e estilosa! Ela está calçando uma sandália Melissa Vivienne Westwood. Assim que vi esta foto pensei: "Que original uma noiva se casar de Melissa!". Adorei!

23 de jul de 2010

A beleza dos pequenos gestos

Olá! Hoje estou aqui para contar a vocês um fato bem bacana que aconteceu comigo entre ontem e hoje.
Eu tenho mania de explorar a blogosfera adentro a procura de novos blogs, pois adoro novidades, idéias diferentes, pessoas e novas amizades. Até que, há um mês aproximadamente, conheci o blog da Paula Li: Para Pensar  e acabei fazendo uma super amizade com ela.

Ainda neste mesmo blog, ontem, depois de ler a postagem O Perigo de um Beijo no Rosto (que fala sobre o ciúme, principalmente feminino), resolvi indicar o link desta postagem para a nossa querida amiga e blogueira Jú Ferrer do blog Diário de uma Vida a Dois, pois a Jú tinha escrito uma postagem super interessante e divertida sobre o mesmo tema que se entitula: Ciúmes.

Na verdade, eu quis que a Jú lesse a postagem da Paulinha e vice-versa, queria "linkar" as duas, pois aprecio muito quando as pessoas me indicam bons blogs, então procuro fazer a mesma coisa.


O blog da Paula é recheado de postagens que falam sobre a vida, o amor, o cotidiano, etc... por isso me identifiquei bastante. Até que a Paula viu, por acaso (eu acho), um recadinho que deixei no blog da Jú pedindo para ela acessar o blog da Paula (tá meio confuso né?). E, hoje, recebi este comentário por parte da Paula:

Oi, Flávia

Passei aqui só para te dizer que cada dia te admiro mais e agradecer por ter falado do meu blog no Diário de uma vida a dois. Meu blog só tem 2 meses e é muito simplizinho e mesmo só tendo você como seguidora estou feliz em te-lo criado. Você não imagina minha felecidade no dia que abri o blog e li "1 seguidor", fiquei igual criança, parecia não acreditar! Ainda mais por ser você, uma pessoa que percebi logo ser especial e tem um blog tão lindo. Achei sua atitude de uma humildade e singeleza ímpar.
Graças a Deus pessoas como você existem e deixam o mundo melhor. Aqui no Brasil no dia 20 de junho foi dia do Amigo e neste dia pensei em você como uma nova amiga, apesar da distância.
Quando "crescer" quero ser como você, viu!
Um grande beijo!
23/07/10 08:37

Ainda não cheguei na melhor parte!
É óbvio que a minha atitude foi gratuita. Não fiz a indicação do blog dela para obter elogios nem reconhecimento, nem imaginava que a Paula acessaria o blog da Jú, porém essa pequena iniciativa que tive foi tão significante para a Paula que ela até falou sobre isso numa postagem muito linda, vejam só: A BELEZA DOS PEQUENOS GESTOS.

Pensemos juntos:
Apesar de vivermos num mundo tão doido e violento, abarrotado de pessoas imprevisíveis, ainda assim, nos esforcemos a fazer o bem. Não importa se o outro faz o mal. Faça a sua parte. Não suje suas mãos. Tenha a ficha da sua vida limpa. Tenha a sua consciência limpa. Durma tranquilo e lembre-se que, uma atitude sua, por minúscula que seja, pode significar MUITO para outra pessoa. Um sorriso, um pouco de atenção, um bom dia bem dado, um conselho, qualquer coisa! Qualquer atitude sua poderá fazer alguém GANHAR O DIA. Obrigada Paula! Também estou agradecida. Nós duas nos surpreendemos!

Obs.: Eu não poderia deixar de voltar aqui e reeditar esta postagem para inserir este link: Ciúmes: A Repercussão escrito pela nossa amiga e blogueira Jú Ferrer. Virou uma bolinha de neve gente!! Tô super feliz!

22 de jul de 2010

Sessão nostalgia: eu colecionava papéis de carta!

Estava eu... trabalhando.... e viajando nas idéias.... quando de repente! Me lembro da minha big pasta de papéis de carta. Nossa, fui agora lá no fundo do baú, nem me lembrava mais dessas coisas. Eu tinha muitos papéis de carta e amava a minha coleção. Infelizmente nem sei como foi desfeita aquela pastona ou como parei de colecionar. Acho que a pasta foi perdida numa mudança da minha família de uma casa para outra, mas não tenho certeza.
Era muito legal ser dona de uma pasta lotada de mimos como aqueles que eu tinha! Eu e as minhas amigas "da rua" (vivia pedindo para a minha mãe: "...posso brincar na rua?" rs...) adorávamos trocar os nossos papéis de carta, porém tínhamos nossas regrinhas. Por exemplo: um papel de carta da Moranguinho como este da foto abaixo era muito difícil de ser trocado, era como se valesse muito, não era por qualquer outro que trocávamos.


Agora me lembro como se fosse hoje:
"Você troca esse?"
"Não, esse não!"
"E se eu te der 3 desses aqui?"
"Ah, deixa eu ver.... eu troco vai!" rsrsrsrs......

Essas lembranças, assim como outras, nos fazem muito bem. São fases das nossas vidas que merecem ser lembradas e contadas aos nossos filhos. Lembro-me que alguns papéis tinham cheirinho gostoso. Eu era louca para comprar papéis novos, mas minha mãe não tinha condições de ficar comprando muitos, então eu tentava ser esperta com as minhas amigas e ia trocando, até conseguir ter a minha pasta dos sonhos. Olha só este meninas!! Eu tinha!!
Aqui no Japão têm muitos papéis de carta lindos para vender, mas acho que não teria mais paciência para voltar a colecionar, até porque (é óbvio que) meus interesses mudaram e aquele encanto da minha infância não tem mais volta. Foi uma época muito gostosa que pretendo não esquecer mais!
Lembro-me, também, que ser dona de uma pasta "gorda" era sinal de status entre a gente, mas era um lance que ficava no ar.... ninguém comentava, até porque éramos crianças, mas me lembro desses sentimentos. Eu busquei essas fotos na net e para cada foto que eu encontrava, sentia um friozinho na barriga como se fosse uma regressão. Muito louco, não dá para explicar. Foi um momento da minha vida muito gostoso e, por ter adorado esse momento nostálgico, a partir de hoje lançarei mais um tópico aqui no blog: "Nostalgia", com várias coisinhas que tive ou vivi na infância e já tenho algumas idéias: Pakalolo, Lollo chocolate, Pogobol, etc.... por um lado é gostoso, mas por outro vocês vão ver como tô véia!!!kkkkkk.... bjssss!!!! :) 

21 de jul de 2010

Atrás de um grande homem...

Um casal chega em um posto de gasolina para abastecer o carro.
Enquanto o marido, um bem sucedido executivo, arruma seu carro importado e faz o pagamento, observa sua esposa conversando de maneira bem simpática com um frentista:
- "Que bom te ver! ... Quanto tempo hein! ... Como vão as coisas? ... Até mais!..... blablabla"

O marido-executivo chama a esposa e os dois vão embora.
No caminho o marido pergunta:
- "De onde você conhece aquele frentista?"
- "Ah! Nada não.... ele foi um namoradinho meu."
O marido-executivo, para não ficar por baixo, diz:
- Tá vendo? Agradeça a mim! Se você tivesse se casado com ele, hoje você seria a esposa de um frentista."
E, logo em seguida, ela respondeu:
- Não não! Se eu tivesse me casado com o aquele meu amigo, ele seria o executivo e você o frentista!


"Atrás Ao lado de um grande homem, sempre tem uma grande mulher"

Mas, falando sério agora. Não estou aqui dando uma de feminista ou desmerecendo a capacidade dos nossos maridinhos. Na verdade, nos dias atuais, tanto o homem quanto a mulher devem ser grandes o suficiente um para o outro. A relação homem-mulher está mais igualada, por isso concordo com o termo "ao lado de....." e não "atrás de...".
Uma relação de amor, cumplicidade e muitas batalhas só se fortalece quando OS DOIS procuram se orientar, se ouvir, se entender e se apoiar. Não acredito mais nas relações onde só os homens buscam seu porto seguro no lar. Todos buscamos!

Há momentos em que nós mulheres estamos mais frágeis ou com algum problema a resolver e precisamos de um homem que esteja bem naquele momento para nos ajudar. Assim como há momentos onde os nossos maridos não estarão muito bem e precisarão de uma mulher centrada e capaz de lhes ajudarem. Como uma balança que deve estar equilibrada. Um ajudando o outro. É nisso que acredito.


Leia também:


18 de jul de 2010

Ontem foi domingo, hoje também!

Hoje (19/Jul) estou me sentindo como aquelas alunas que comemoram quando sua professora falta em plena segunda-feira e a diretora entra na classe e diz que é aula vaga!


Segundona... e eu na cama. Estou adorando estar em casa em plena segunda-feira gente! Parece uma coisa besta, mas não é não. Nem me lembro a última vez que isso aconteceu. Ontem, domingo, nem precisei ficar triste depois das oito da noite! rs.... Sabia que ainda teria hoje para curtir minha casa. (rs)

Levantei cedo do mesmo jeito (5:30h) para preparar um pão quentinho pro maridão, mas só pelo fato de levantar sem ter o compromisso com o relógio, sabendo que vou ficar em casa, curtindo minhas coisas e a mim mesma, já dá um outro pique.

Amo muito tudo isso!

Lavei uma loucinha básica, ajeitei a casa, adoro arrumar o nosso cantinho, e...


...aí decidi dar uma saidinha sem destino certo. Desculpem, fiquei meio longe na foto!


Como toda boa mulher, fui babar nas lojitas! Mas só fiquei na vontade! Na verdade, apesar desse leque de opções, nenhuma me atraiu muito.


Ah! Adorei este, mas não tinha meu número...hunf! Aliás, meu número é 24 ou 36 do Brasil viu? Vai que alguém resolve me dar de presente! rs


Porque ninguém consegue juntar grana no Japão?? rs... Comecei a fotografar tudo nesta loja até a hora que vi um segurança se aproximando disfarçadamente! Aqui os japoneses são muito discretos.


Olha que graça!!


Olha que mimo: velas aromáticas adocicadas em forma de Cupcakes!! kkk.... vcs acham que eu não ia fotografar isso depois daquela postagem que fiz aqui no blog ?


Momento modelet´s! Gentennn, entrei num puta sofisticado banheiro de um hotel próximo ao Starbucks da estação central e me acabei de me fotografar! rsrs.... Olha o mico! Meu marido não aguenta essas coisas! kkk


Lembram deste colar? rs... Eu tava doidinha para usá-lo desde aquele dia que mostrei para vocês na postagem Meu dia da Beleza. Ele combina com muita roupa que eu tenho.


E pra fechar com chave de ouro... Cheese Cake com Hot Capuccino do Starbucks! Caraca, muuuito gostoso... quase gemi na primeira garfada! rsrs




Vixi!! Olha só a minha insensibilidade! Depois de receber um comentário do blogueiro Alexandre, me dei conta de que não falei o motivo do feriado de hoje. Acho que estou ficando muito consumista! rs... Hoje é o Dia do Mar no Japão. O Alexandre escreveu uma postagem muito bonita sobre esse assunto e gostaria que vocês conhecessem: Lost in Japan: Costa de Omotehama Dia do Mar

16 de jul de 2010

Muffins e Cupcakes são a mesma coisa?

Meninas!! Me inspirei na última postagem da Ná do blog Ná Minha Casa e resolvi conhecer um pouco mais sobre os CupCakes. Será que é a mesma coisa que Muffins? Na verdade, o que me incentivou a conhecer melhor essas delícias foram as fotos "suculentas" e super coloridas que achei na internet. Bom, pra começar, olhem estas fotos! Não são tudo??!!



Vamos, então, à diferença entre os Muffins e os Cupcakes.

Muffins

Basicamente, muffin é um nome americano para um tipo de pão que é cozido em pequenas porções, um bolinho recheado que, normalmente não recebe cobertura. Esse termo Muffin vem da palavra francesa “moufflet” que significa pão macio e resume-se em ser apenas um mero bolinho simples que, aliás, poucas pessoas gostam por acharem a sua massa meio pesada e "massenta" demais.

Cupcakes

"Os cupcakes não são muffins. São pequenos bolinhos assados individualmente em fôrma de papel, com uma massa especial; permitem diversas coberturas e sua decoração pode ser feita de acordo com os desejos do cliente. É como se a pessoa recebesse um bolo inteiro para si, ao invés de uma fatia." La Sucrerie





Existem até lojas especializadas em vender jóias e semi jóias a la cupcakes! Olhem este pingentinho!


E esses porta-recados?! Lindos não? Aqui no Japão as lojas vendem muitos produtos a la cupcakes: blocos de notas, bottons, camisetas, pelúcia, etc...


Olha só o que tenho em casa! Só depois que havia postado aqui, me dei conta de que tinha esse mimo na minha toilette. É uma pelucinha muito fofa de cupcake que fica pendurada na minha necessaire.


Taí! Esse foi mais um "Em busca pelo desconhecido" de hoje! Espero que tenham gostado. Beijos :)
Ah! Só mais uma fotinho pra fechar com chave de ouro! rsrsrs..... babem!

Ice Cream Cupcake! aff....

Fontes: