3 de out de 2010

Matando um leão por dia

Este é o termo usado quando queremos dizer que o nosso dia-a-dia não é fácil, é cheio de lutas, obstáculos e muito trabalho.


Amanhã é segunda-feira e milhares de pessoas, logo pela manhã, já começarão a matança!
Matar um leão por dia é o que muita gente faz para garantir o sustento da sua família, conquistar um sonho ainda não realizado, resolver assuntos familiares pendentes, etc.

Cada um de nós mata um leão diferente, uns maiores, outros nem tanto. Alguns desses leões ferozes já são previsíveis, já sabemos de antemão que eles estarão ali, nos esperando durante a semana para tentar nos atacar, nos ferir, nos derrubar, nos devorar, nos fazer pensar em desistir de tudo. Pode não parecer, mas esses são os mais fáceis de contra atacar. Tudo que é previsível é mais fácil lidar. São os problemas "velhos de casa".

Porém, devemos nos preparar para matar os novos leões da vida, os desconhecidos, aqueles que surgirão em lugares ineperados, marcarados e de surpresa. Normalmente carregam problemas pelos quais nunca passamos antes, uma experência difícil e inédita. Neste caso, talvez a sua arma não funcione. Então, pense rápido e mate-o assim mesmo.

Nesta nova semana que se aproxima quero desejar muita força, determinação e saúde para enfrentarmos quantos leões forem necessários. Mas, atenção.

Existem leões que não devem ser contra atacados e sim domados! Lidar com as dificuldades do cotidiano com sabedoria, e não simplesmente eliminá-las, nos enriquece para a próxima batalha.

Aprenda a diferenciar os problemas que devem ser eliminados, daqueles que devem ser contornados. Não sabe como lidar com isso? Ah, não se preocupe. A vida lhe ensinará. A propósito, você está preparado para matar quantos leões nesta semana?


Assuntos Relacionados:

10 comentários:

tec.Ailton disse...

muito boa esta palavra muito obrigado eu precisa ouvir isto! tenha também boa semana.
Ailton

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

gostei desse post. Realmente a Vida é nossa maior mestra. Ensina sempre, por bem ou por mal. A gente que é burro e resistente para aprender e mudar.
boa semana!

Cantinho da Dezinha disse...

Oi Flávia!!
Quanto tempo não é mesmo!?Fiquei muito feliz em poder tê-la encontrado...seja muito bem vinda ao meu blog.... Estou sempre visitando o seu que está muito lindo... adoro suas postagens...
bjos e se cuida

Nanda disse...

Ótimo post...Realmente, verdadeiro...
Beijinhos e ótimo domingo, bela!

Gisley Scott disse...

Nossa Flávia, que texto, arrasou!

Eu diria que essa semana eu me preparei pra matar uns 4, kkkkkkk!!!! Mas na base da oração e de falar com Deus quem sabe eu não mato 1 por dia? :)

Bjos

Paula Li disse...

oi Flavinha,
muito bom mesmo este post. Sempre que aparece um "leão", tento não me desesperar e encontrar a melhor forma de domá-lo ou eliminá-lo.
Acho até que sou boa nisso.
bjs

Carla Pinheiro disse...

Oi Flávia...

Ultimamanete tô mandando uns dois leões por dia, o que tá ficando até chato!
Mas fazer o quê, né?
Problemas fazem parte.

beijocas

Blog Sozinha ou Acompanhada disse...

Oi Flávia! Adorei o texto! Realmente os leões estão aí mesmo e saber diferenciá-los pra saber quais contornamos e quais eliminamos é o segredo e só mesmo vivendo e aprendendo!
beijocas,
Mari

♥ Erika Saab disse...

Oi, Flávia, muito bom o post, os leões são muitos e alguns vêem fantasiados de outros bichos como cordeirinhos rs. Pode escrever para blogserika@yahoo.com.br. Beijos.

Mulher de Fases disse...

Que texto!!! Muito inspirador, com certeza!
Hoje eu vou matar um leão daqueles, mas depois de ler esse texto até m sinto como Daniel lá na Bíblia, os leões não me comerão.

Fiquei pensando quantos cidadões brasileiros matam leões por dia e que leões né colega??

Muito bom seu post!!!