25 de jun de 2010

A energia da mulher

Você já deve ter ouvido falar que o astral da casa depende muito do humor e temperamento da mulher. Quando entramos em uma casa, nem precisamos conhecer a sua dona para traçar seu perfil. Filhos felizes, marido tranquilo, casa limpa e cheirosa, corrente de ar fresco... tudo isso. Como você imaginaria a esposa? Infeliz? Descuidada? Marrenta? Huummm.... acho que não.


Me desculpem os homens, mas a energia e o astral da casa giram em torno da mulher. Não tem jeito.
Reparem! Se a mulher acorda de mal humor, o marido fica mais quietão no canto dele, não há muita conversa e o silêncio reina. Fica um clima esquisito. Isso é muito subjetivo, não dá para explicar muito bem, é mais sentimento mesmo. Agora, se essa mesma mulher acorda pra cima, sorrindo..... tudo muda. Todos já ligam a tv, o som, abrem as janelas para o sol entrar, o marido dialoga mais, etc etc etc.... Não adianta fugir.

A mulher deve ter algumas qualidades básicas para assumir uma casa e direcionar uma família, não tem jeito. Uma das qualidades mais importantes é a paciência (que estou me superando a cada dia, eu acho! rs). Uma mulher que nem espera o alfinete cair no chão para dar seus pitis, não pode ser dona de um lar harmonioso. Essa energia positiva deve ser a energia básica daquela família, claro que com momentos de TPM sim e algumas paranóias femininas que são absolutamente normais. Somos humanas. Porém, com medida e sensatez.

Temos muitas vantagens em relação aos homens: a intuição feminina,  aquele famoso sexto sentido, o dom da palavra (conseguimos verbalizar o que sentimos) e, principalmente, a capacidade de fazer dez coisas ao mesmo tempo. Por isso, às vezes, sem perceber, abraçamos o mundo! Filhos, marido, sogra, trabalho, lazer, sexo, casa,...., enfim, cama, mesa e banho!! Porém, para administrar bem tudo isso, não basta querer ter braços elásticos, tem que existir o tal jogo de cintura. Isso mesmo, não é fácil, é um desafio diário mesmo. Basta treinar ou se inspirar nas mulheres que você admira. Mas, deixando esse blá blá blá todo de lado, vamos simplificar! Para você ser esta mulher que edifica a casa, você simplesmente deve amar a sua casa e a sua família. Se você tiver esse amor verdadeiro dentro de si, a energia boa de que estamos falando virá naturalmente. Sem reclamar, você terá prazer em cuidar das coisas do seu marido, dos seus filhos e da sua casa, por mais que tenha "secretárias do lar"´. Quem ama cuida! Já ouviu dizer? Vai aí a frase da semana:

"Toda mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola a derruba com as suas próprias mãos".

7 comentários:

Mila disse...

Ai amiga, isso é pura verdade. Tenho dois bebês, olha só a idade; minha menina tem qse 4 anos, e meu garoto tem qse 2 anos...vou te falar, eles deixam a casa uma bagunça e quando eu acordo de humor bem chato, nossa, sai de baixo...rs
Ser mãe, dona de casa, etc...sem falar que quero começar a trabalhar...nossaaaa!
Pode conversar com qualquer homem, eles não aguentariam um dia com dois bebés cuidando de tudo, de casa, almoço, deixar no colégio, buscar, por pra dormir, por um dia eles invertendo com a gente, duvido qual aguentaria...
Somos demais mesmo...rsrs

Bjs linda!

Belo poste.
Mila LOpes

Ariana disse...

Oi Flávia...
Tudo bem?
Passei pelo seu blog e adorei, adorei suas palavras sinceras, palavras de reflexão, sempre fazem bem para a alma...a partir de hoje estou te seguindo...
Beijos

Live from Germany disse...

Menina, sabe que eu nunca tinha parado pra pensar nisso?? Ou melhor, nunca tinha visto por esse ângulo. Esse joguinho de cintura é fundamental pra casa literalmente nao "cair" hehehehe
Passei meio atrasada pra pegar o selinho mas, nao achei mais o post. Pelo visto perdi! Que pena!
bjs pra vc!

Cacá Santana disse...

Olá querida Flávia, bom dia!!

Como é bom receber carinho. São pequenos detalhes que alegram nosso coração. Como o selinho que a Pri me mandou.
Acho o blog da Pri muito interessante e criativo, ela é muito inteligente.
Gosto dela sem a conhecer pessoalmente, só a conheço pelo blog!
E com você é a mesma coisa. Sempre que visito seu blog e que vejo você, sinto algo muito bom, uma simpatia muito boa.
Que possamos trocar muitas ideias...
Uma beijoca grande, Cacá.

Solange Maia disse...

acho que na "casa de dentro" também é assim... com mulheres ou com homens...

afinal, isso a gente pode escolher, não é ?

beijo e parabéns pelo blog !

Ariana disse...

Oi Flávia...
Estava lendo os seus posts mais antigos e os atuais também e cada vez que entro aqui me deparo com uma energia super positiva, mesmo longe, dá para sentir toda essa vibração...
Fique com Deus e vamos nos falar muito ainda...rsrs...
Beijos
Tenha um dia cheio de luz...

Jú Ferrer disse...

Tudo o que vc falou é a mais pura verdade, a mulher realmente é quem dita o ritmo e o clima de uma casa. Isso me inspirou para um post.

Beijocas