30 de mai de 2010

Tive um pesadelo muito real


Anteontem tive um pesadelo muito real. Acho que isso já aconteceu com todos vocês leitores deste blog, não é mesmo? Cheguei até a acordar com aquela sensação ruim de desespero e dor no coração. Vou contar me pesadelo para vocês, já que diz a lenda que é bom contar o pesadelo a alguém para que ele não se realize.

Sonhei que estava em alto mar a bordo de um carro. Isso mesmo gente, um carro! Nele estávamos eu, minha prima dirigindo e minha mãe no banco do carona. Mas, ao mesmo tempo que eu estava no carro, também estava fora dele, pois visualizava tudo de fora. Aí o carro começou a afundar e eu só poderia salvar uma das duas (abrir a porta do carro e soltar o cinto de segurança). Lembro-me que no sonho eu não tive tempo para pensar em quem socorrer primeiro e comecei pela minha mãe, na esperança de que daria tempo para salvar minha prima, mas não deu. Minha prima afundou com o carro e, obviamente, faleceu. Que horror!! Meninas, foi um sonho muito real, muito intenso e assustador! Meu pesadelo foi tão completo (ou eu deveria estar sonhando tão profundamente) que até a notícia da morte dela tive que dar à família. Foi um desespero total. Até hoje, dois dias depois, ainda fico mal com isso.

Fiquei muito impressionada e dei uma espiadinha na internet sobre algum possível significado para os elementos do meu pesadelo:
Afogamento (sinal de triunfo, de vitórias);
Morte de outra pessoa (de um modo geral, sonhar com a morte tem sentido diferente na interpretação. Sonhar com a morte de outra pessoa, prosperidade para ela);
Mar (pode ter vários significados, em geral, pode ser visto como um sinal de novos tempos: progresso, prosperidade)

Apesar de ter visto algumas coisas na internet, não acredito muito. Para mim, nossos sonhos são muito particulares, acontecem de acordo com o cotidiano e sentimentos de cada pessoa. Penso que não podemos generalizar os sonhos e acreditar em um único significado para todo mundo.
E, por falar em sonhos estranhos (bom, todos os sonhos são estranhos), eu também já sonhei que estava voando e sabia que estava sonhando. Por isso me jogava lá do alto de um prédio porque sabia que não morreria. Louco isso!! Também costumo sonhar que meus dentes se quebram na minha boca. De tempos em tempos sonho com isso.

Obs.: Sonhar que estamos voando: muita sorte. Ver alguém voando, prosperidade ilimitada. Um sonho impossível poderá ser realizado.
Dentes: fracasso amoroso, aborrecimentos, prejuízos financeiros (vixiii, esse aí não gostei não! rsrs). É isso aí, não acredito, mas também não descarto as possibilidades!
E você, tem sonhos recorrentes? Qual foi seu último sonho intenso?

2 comentários:

Mila disse...

Nossa, essa dos dentes eu vivo sonhando ...odeiooo por que tenho pavor de ficar sem meus dentes...rsrs
Acho que sonhos são, na maioria, imagens, mensagens guardadas no nosso subconsciente...e em certo momentos elas afloram juntas, transformando-se em pesadelos ou sonhos maravilhosos. Isso não é da net, é minha opnião pessoal, rs
Bjs linda
e bons sonhos.
Mila

A So Que Fez disse...

...amei o post...rende muito pano pra manga!!! Esse assunto merecia um barzinho com chop no final da tarde.
Eu tive alguns sonhos inesquecíveis. Quando era criança sonhei que o mundo todo era amarelo, tudo e todos amarelos, a única coisa que não tinha esse tom era uma garrafa antiga de Coca Cola que minha irmã tomava sentada num degráu de igreja. Outro inesquecível...estava no meio de uma livraria sentada no vaso sanitário louca pra sair mais morrendo de vergonha que vissem eu me limpar. Ai que agonia!!! Mas ninguém nem olhava pra mim, era como se fosse invísivel. Por isso me identifiquei muito com aquele banheiro de vidro instalado no meio da rua em uma cidade européia a uns tempos atrás. Não usava nem pagando!!
...ai já tive tantos sonhos doidos...
Bjs,so