25 de fev de 2010

Minha primeira amiga

Hoje resolvi escrever sobre a amizade mais antiga que tenho. Na verdade, a Ale foi a minha primeira melhor amiga, digamos assim. Eu a conheço desde muito pequena, não saberia dizer a idade exatamente, talvez 6 anos. Nem sou capaz de me lembrar da minha infância antes de conhecê-la, por isso é inevitável não transformá-la em protagonista nas minhas mais remotas lembranças.
Éramos muito unidas, adorávamos jogar queimada e vídeo game (naquele tempo era video game mesmo). Eu amava me enfiar na casa dela e isso deixava a minha mãe maluca! Olha isso gente: tínhamos em comum uma paixão platônica por um cara mais velho que jamais iria nos notar, até porque éramos praticamente duas crianças. A gente tremia quando ele chegava ou saía de casa. Hoje é engraçado relembrar, mas na época fazíamos de tudo para chamar atenção, eu principalmente!! kkk... Acho que a Ale sempre foi mais tímida! E eu mais perva! kkkk
Ela também deve se lembrar de quando me apaixonei pelo meu professor de Geografia Davi. Nossa, que viagem!! kkk... são tantas histórias! Também me lembro que brigávamos bastante, mas logo já estávamos juntas aprontando.
Estudamos na mesma escola durante anos. Ela era a minha companheira de todos os dias. Até que um dia tive que mudar de escola e aos poucos nos distanciamos, não nos encontrávamos mais com tanta frequência. Sentia a falta dela, mas não podia fazer nada. Algum tempo depois minha família se mudou para um outro bairro e aí a nossa amizade esfriou de verdade. Eu não queria que fosse assim, mas estudando e trabalhando, não tínhamos mais tempo para manter aquela amizade de antes.
Chegou um determinado momento em que já não tínhamos amigos em comum e já não conhecíamos muitas coisas uma sobre a outra, ela seguiu sua vida e eu a minha. Novas melhores amigas surgiram em nossas vidas e aquela amizade entre nós deixou de existir no nosso cotidiano. Ficou apenas na memória.
Sempre serei grata à internet, pois foi graças ao Orkut que nos reencontramos e foi através dele que acompanhei suas viagens, casamento, gravidez e agora acompanho o crescimento do seu filho Lucas, uma gracinha!
É increditável, mas confesso que ainda hoje sinto ciúme ao vê-la com uma outra amiga ao seu lado que não seja eu, mesmo sabendo que o distanciamento que houve entre nós não teve culpados. Foi a vida. Queria muito ter participado de todos os seus momentos mais importantes. Na época em que éramos crianças briguentas, nunca poderia imaginar que um dia tudo seria diferente. Mas foi.
Fico em paz por vê-la feliz, casadíssima e com um filho lindo que, ao mesmo tempo que me encanta, me assusta porque em pouco tempo ele terá exatamente a idade que tínhamos quando nos tornamos amigas e isso faz cair de novo a ficha de que o tempo passa meeeesmo.... e não tem volta.

Por mais que tudo no mundo mude, evolua e se desenvolva, nada poderá mudar a nossa infância e os momentos inesquecíveis de duas garotinhas descobrindo o mundo. Você sempre estará comigo e sempre será lembrada quando eu falar da minha própria infância aos meus filhos.
Fique com Deus amiga. Amo você.

Alexandra - minha amiga de infância

4 comentários:

Grupo Imágena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
alexandra disse...

Aff, quase me fez chorar agora..rs
Saiba que também tenho muito carinho por vc. E acredite, hoje mesmo falei de vc no meu trabalho e claro sobre aquela situação constrangedora em que estávamos gritando o nome de tal pessoa citada no seu texto acima, quando de repente sua mãe lhe chamou e vc teve que sair de nosso "esconderijo"....rs. Foi cômico este episódio. Quanto a paixão platônica pelo prof. Davi, eu tb fazia parte deste fã clube, afinal ele era lindo e por isso minha matéria preferida era a geografia...rs
A Saudade é grande de vc. Nossa, acho que qdo nos encontrarmos um dia, passaremos dias e noites matando a saudade, 24 horas serão "muito" poucas e com certeza temos muitas outras estórias para compartilhar uma com a outra.
Estou feliz por vc estar onde está. E fico super contente por ter uma amiga de sucesso como vc. E além de tudo muito chique!!!
Hoje vi tb seu pequeno vídeo de despedida, parecia que vc estava tão próxima, matei um pouquinho a saudade ouvindo sua voz.
Gostei da foto que vc escolheu pra colocar aqui, foi um momento mágico em minha vida, pena vc não ter estado nesta ocasião.
Lhe desejo cada dia mais sucesso, muita saúde e realizações em todos os sentidos de sua vida. Saiba que se precisar de uma amiga, mesmo distante, eu estarei aqui. E qdo vier à este país, me comunique pois quero muito lhe ver.
Obrigada pelas palavras e pelo carinho, fico felizérrima por saber que vc não se esqueceu de nossa amizade e que ainda tenho um lugarzinho em seu coração!!!
Bjos com carinho,
Alê

Flávia Shiroma disse...

Te adoro amiga, por acaso estamos competindo para ver que emociona mais? rsrs... saudades!

Maria Laura Alves disse...

Amei o texto. Usei alguns trechinhos ok? Beijos !